EDUCAÇÃO PROGRESSISTA E DIREITOS EDUCACIONAIS DE ADOLESCENTES E JOVENS EM CUMPRIMENTO DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS

Autores

  • Fabíola Mônica da Silva Gonçalves UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v42i3.44042

Palavras-chave:

Educação Progressista. ECA. Sinase. Medidas Socioeducativas.

Resumo

Este tem como objetivos (i) identificar possíveis relações entre o ECA (1990) e o Sinase (2012) em termos das orientações legais sobre os direitos educacionais e as medidas socioeducativas para a população brasileira de adolescentes e de jovens, e; (ii) aproximar o pensamento pedagógico de Paulo Freire acerca de uma educação emancipatória em contextos institucionais de ressocialização de adolescentes e jovens em conflito com a lei. Para tal, utilizou-se os procedimentos técnicos de análise documental e levantamento bibliográfico (GIL, 2008). Como conclusão, observou-se um descompasso entre os dispositivos legais analisados e a situação real das medidas socioeducativas, e ao mesmo tempo, como a pedagogia freiriana pode lançar luz para a busca de mudança desta realidade social desumana. (FREIRE, 2008; 2004; 2001, 1992).

Unv

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabíola Mônica da Silva Gonçalves, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco, mestrado e doutorado em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente é professora da Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência na área de Educação e de Psicologia, com atuação nos seguintes temas: (i) processos humanos de desenvolvimento e aprendizagem; (ii) condições de produção de leitura, (iii) compreensão textual (iv) formação do professor e (v) medidas socioeducativas.

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

GONÇALVES, F. M. da S. EDUCAÇÃO PROGRESSISTA E DIREITOS EDUCACIONAIS DE ADOLESCENTES E JOVENS EM CUMPRIMENTO DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS. Revista Inter Ação, Goiânia, v. 42, n. 3, p. 796–811, 2017. DOI: 10.5216/ia.v42i3.44042. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/44042. Acesso em: 7 dez. 2022.