CONTRIBUIÇÕES DO PENSAMENTO FREIREANO PARA A ESCOLARIZAÇÃO DE MULHERES TRABALHADORAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Autores

  • Ana Cláudia Ferreira Godinho Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS; Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais - PPGE-FaE-UEMG.
  • Nagela Aparecida Brandão Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG
  • Ana Catharina Mesquita de Noronha Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v42i1.43832

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Educação Popular, Trabalho, Mulheres

Resumo

Neste artigo, analisamos as contribuições da educação popular para a escolarização de mulheres na EJA, em especial no que se refere à problematização de suas experiências de trabalho. Apresentamos reflexões produzidas a partir de um estudo de caráter etnográfico, realizado em duas escolas públicas de Belo Horizonte - MG. Os resultados indicam que as experiências das mulheres, inclusive das estudantes sujeitos de pesquisa, são de trabalho precário. Diante disso, a sala de aula de EJA é, para muitas, o único espaço de problematização destas experiências para a compreensão das relações sociais que constituem o trabalho humano. Compreender essas questões pode contribuir para que as mulheres trabalhadoras deixem de atribuir a si mesmas a responsabilidade por todas as condições precárias de trabalho em que vivem e por não terem a escolaridade completa.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cláudia Ferreira Godinho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS; Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais - PPGE-FaE-UEMG.

Doutora em Educação pela UNISINOS. Profª adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS e professora do curso de mestrado em Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais - PPGE/FaE/UEMG.

Nagela Aparecida Brandão, Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Professora da Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG.

Ana Catharina Mesquita de Noronha, Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Professora da Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG.

Downloads

Publicado

2017-06-09

Como Citar

FERREIRA GODINHO, A. C.; APARECIDA BRANDÃO, N.; MESQUITA DE NORONHA, A. C. CONTRIBUIÇÕES DO PENSAMENTO FREIREANO PARA A ESCOLARIZAÇÃO DE MULHERES TRABALHADORAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 42, n. 1, p. 020–037, 2017. DOI: 10.5216/ia.v42i1.43832. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/43832. Acesso em: 15 abr. 2024.