Ocorrência e caracterização de galhas de insetos em um fragmento de mata semicaducifólia do Campus Samambaia, Goiânia, GO, Brasil

Autores

  • Taiza Moura Silva Universidade Federal de Goiás
  • Walter Santos de Araújo Universidade Fedral de Goiás
  • Benedito Baptista dos Santos Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/rbn.v1i1.28343

Palavras-chave:

Cecidomyiidae, Cerrado, insetos galhadores, plantas hospedeiras

Resumo

Em uma área de mata semicaducifólia conhecida como “Mata da Veterinária”, localizada no Câmpus Samambaia da Universidade Federal de Goiás, foram coletados 42 morfotipos de galhas em 22 espécies e 20 famílias de plantas. As famílias botânicas com maior riqueza de galhas foram Styracaceae (7), Burseraceae (7), Fabaceae (5) e Siparunaceae (4). As galhas foliares foram as mais comuns, a maioria ocorreu isoladamente e quanto à morfologia, as galhas de forma globóide e as glabras foram mais frequentes. Houve maior emergência de Hymenoptera do que Diptera (Cecidomyiidae). Estudos em outros fragmentos de mata da região bem como de seu dossel devem ser implementados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abrahamson, W. G., G. MeliKa, T. Scrafford & G. CsóKa. 1998. Gall-inducing insects provide nsights into plant systematic relationships. American Journal of Botany. 85: 1159–1165.

Araújo, W. S. & B. B. Santos. 2009. Efeitos da sazonalidade e do tamanho da planta hospedeira na abundância de galhas de Cecidomyiidae (Diptera) em Piper arboreum (Piperaceae). Revista Brasileira de Entomologia. 53: 300-303.

Araújo, W. S., B. B. Santos & V. L. Gomes-Klein. 2011. Insect galls from Serra dos Pireneus, GO, Brazil. Biota Neotropica. 11: 357-365.

Araújo, W. S. & F. A. G. Guilherme. 2012. Distribuição de insetos galhadores em diferentes formações vegetais e paisagens do Cerrado brasileiro. Bioscience Journal. 28: 810-819.

Brandão, D. & A. Kravchenko. 1997. A Biota do Campus Samambaia: história, situação atual e perspectivas. Goiânia: Editora da UFG, 157p.

Bregonci, J. M., P. V. Polycarpo & V. C. Maia. 2010. Galhas de insetos do Parque Estadual Paulo César Vinha, Guarapari, ES, Brasil). Biota Neotropica. 10: 265-274.

Carneiro, M. A. A., R. A. X. Borges, A. P. A. Araújo & G. W. Fernandes. 2009. Insetos indutores de galhas da porção sul da Cadeia do Espinhaço, MG. Revista Brasileira de Entomologia. 53: 570-592.

Coelho, M. S., E. D. Almada, G. W. Fernandes, M. A. A. Carneiro, R. M. Santos, A. V. Quintino & G. A. Sanchez-Azofeifa. 2009 . Gall inducing arthropods from a seasonally dry tropical forest in Serra do Cipó, Brazil. Revista Brasileira de Entomologia 53: 404-414.

Espírito-Santo, M. M. & G. W. Fernandes. 2007. How many species of galling insects are there on earth and where they are? Annals of the Entomologycal Society of America. 100: 95-99.

Fernandes, G. W. & P. W. Price. 1988. Biogeographical gradients in galling species richness: tests of hypotheses. Oecologia. 76: 161-167.

Fernandes, G. W. A., E. Tameirão Neto & R. G. Martins. 1988. Ocorrência e caracterização de galhas entomógenas na vegetação do Campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais. Revista Brasileira de Zoologia. 5: 11-29.

Fernandes, G. W., R. C. Araújo, S. C. Araújo, J. A. Lombardi, A. S. Paula, R. Loyola & T. G. Cornelissen. 1997. Insect galls from savanna and rocky fields of the Jequitinhonha valley, Minas Gerais, Brazil. Naturalia. 22: 221-244.

Gagné, R. J. 1994. The gall midges of the Neotropical region. Cornell, Cornell University Press, 360p.

Gonçalves-Alvim, S. J. & G. W. Fernandes. 2001. Comunidades de insetos galhadores (Insecta) em diferentes fitofisionomias do cerrado em Minas Gerais. Revista Brasileira de Zoologia. 18: 289-305.

Hanson, P.E. & I.D. Gauld. 2006. Hymenoptera de la Región Neotropical. American Entomological Institute, Gainesville.

Julião, G. R., E. M. Venticinque & G. W. Fernandes. 2005. Richness and abundance of gall-forming insects in the Mamirauá Várzea, a flooded Amazonian forest. Uakari 1: 39-42.

Maia, V. C. 2005. Catálogo dos Cecidomyiidae (Diptera) do estado do Rio de Janeiro. Biota Neotropica 5: 1-26.

Maia, V. C. 2006. Galls of Hemiptera, Lepidoptera and Thysanoptera from Central and South America. Publicações Avulsas do Museu Nacional. 110: 01-24.

Maia, V. C. 2012. Richness of Hymenopterous galls from South America. Papéis Avulsos de Zoologia. 52: 423-429.

Maia, V. C. & G. W. Fernandes. 2004. Insect galls from Serra de São José (Tiradentes, MG, Brazil). Brazilian Journal of Biology. 6: 423-445.

Mendonça, M. S. 2001. Galling insect diversity patterns: the resource synchronisation hypothesis. Oikos. 95: 171-176.

Santos, B. B., H. D. Ferreira & W. S. Araújo. 2010. Ocorrência e caracterização de galhas entomógenas em uma área de floresta estacional semidecídua em Goiânia, Goiás Brasil. Acta Botânica Brasílica. 24: 243-249.

Santos, B. B., B. A. Ribeiro, T. M. Silva & W. S. Araújo. 2012. Galhas de insetos em uma área de cerrado sentido restrito na região semi-urbana de Caldas Novas (Goiás, Brasil). Revista Brasileira de Biociências. 10: 439-445.

Scareli-Santos, C., W. S. Araújo, B. B. Santos, V. L. Gomes-Klein, M. S. Lima-Ribeiro, R. F. Silva, F. S. Oliveira, C. V. Freitas, T. Silva-Freitas & M. R. N. Gouveia. 2012. Ecologia das interações inseto galhador-plantas hospedeiras de galhas em áreas remanescentes do bioma Cerrado em Goiás. p. 175-192. In: Mariano, W.S. (Org.). Reflexões e diálogos sobre educação, sociedade e ambiente. São Carlos: Pedro e João Editores.

Stone, G. N. & K. Schönrogge. 2003. The adaptive significance of insect gall morphology. Trends in Ecology & Evolution. 18: 512-522.

Triplehorn, C.A. & N.F. Johnson. 2005. Borror and Delong’s Introduction to the Study of Insects. Cole: Thomson Brooks.

Urso-Guimarães, M. V., C. Scarelli-Santos & A. C. Bonifácio-Silva. 2003. Occurrence and characterization of entomogen galls in plants from natural vegetation areas in Delfinópolis, MG, Brazil. Brazilian Journal of Biology 63: 705-715.

Urso-Guimaraes, M. V. & C. Scareli-Santos. 2006. Galls and gall makers in plants from Pé-de-Gigante Cerrado Reserve, Santa Rita do Passa Quatro, SP, Brazil. Brazilian Journal of Biology. 66: 357-369.

Downloads

Publicado

11-02-2016

Como Citar

SILVA, T. M.; SANTOS DE ARAÚJO, W.; SANTOS, B. B. dos. Ocorrência e caracterização de galhas de insetos em um fragmento de mata semicaducifólia do Campus Samambaia, Goiânia, GO, Brasil. Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 26–38, 2016. DOI: 10.5216/rbn.v1i1.28343. Disponível em: https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/28343. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos