Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology https://revistas.ufg.br/RBN <p>A Revista de Biologia Neotropical/Journal of Neotropical Biology é uma revista científica do Instituto de Ciências Biológicas (<a href="https://www.icb.ufg.br">ICB</a>) da Universidade Federal de Goiás (<a href="https://www.ufg.br">UFG</a>) com periodicidade semestral (fluxo contínuo) que publica trabalhos nas áreas de <strong>Botânica, Ecologia, Genética, Zoologia</strong> ou outras áreas relacionadas. Para mais informações, acesse <a href="https://www.revistas.ufg.br/RBN/about" target="_blank" rel="noopener">Sobre a revista</a>.<br />- ISSN: 1807-9652<br />- Ano de criação: 2004<br />- Qualis: B4 calculado com base no h5=4 (2017-2021) do Google Scholar<br />- Revista vinculada ao <a href="https://www.icb.ufg.br/" target="_blank" rel="noopener">Instituto de Ciências Biológicas da UFG</a>.<br />- <a href="https://www.revistas.ufg.br/RBN/about/contact" target="_blank" rel="noopener">Contato</a></p> pt-BR <p class="TextosemFormatao1" align="justify">O envio espontâneo de qualquer submissão&nbsp;<strong>implica automaticamente</strong>&nbsp;na cessão integral dos direitos patrimoniais à Revista de Biologia Neotropical /&nbsp;Journal of Neotropical Biology (RBN), após a sua publicação. O(s) autor(es) concede(m) à RBN&nbsp;o direito de primeira publicação do seu artigo, licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution&nbsp;4.0 (CC BY-NC 4.0).</p> <p class="TextosemFormatao1" align="justify">São garantidos ao(s) autor(es) os direitos autorais e morais de cada um dos artigos publicados pela RBN, sendo-lhe(s) permitido:&nbsp;</p> <p class="TextosemFormatao1" align="justify">1. Uso do artigo e de seu conteúdo para fins de ensino e de pesquisa.</p> <p class="TextosemFormatao1" align="justify">2. Divulgar o artigo e seu conteúdo desde que seja feito o link para o Artigo no website da RBN, sendo permitida sua divulgação em:</p> <ul> <li class="show">redes fechadas de instituições (intranet).</li> <li class="show">repositórios de acesso público.</li> </ul> <p>3. Elaborar e divulgar obras derivadas do artigo e de seu conteúdo desde que citada a fonte original da publicação pela RBN.</p> <p>4. Fazer cópias impresas em pequenas quantidades para uso pessoal.</p> rev.bio.neotrop@gmail.com (Clever Gomes Cardoso) rev.bio.neotrop@gmail.com (Clever Gomes Cardoso) Mon, 11 Mar 2024 15:29:22 -0300 OJS 3.3.0.13 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Coinfecções parasitárias e bacterianas com Leishmania spp. em cães https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/76440 <p>A leishmaniose visceral canina (LVC) é uma doença importante que afeta os cães e está frequentemente associada a outras doenças. Neste estudo, investigamos a distribuição de helmintos, ectoparasitas e bactérias em cães de uma área urbana endêmica de LVC. Foram estudados 71 cães, não infectados ou naturalmente infectados por <em>Leishmania</em> spp. Amostras esplênicas foram cultivadas para identificação de <em>Leishmania</em>, e anticorpos anti-<em>Leishmania</em> foram mensurados no soro. Os helmintos foram diagnosticados nas fezes utilizando tecnicas de flutuação ou sedimentação espontânea. Foram detectados anticorpos séricos contra seis patógenos transmitidos por ectoparasitas. O crescimento microbiano dos olhos, pele, urina e amostras de sangue foram avaliados. Até onde sabemos, esta é a primeira vez que co-infecções com <em>Leishmania</em> spp., parasitas e bactérias juntas foram relatadas. Co-infecções com <em>Leishmania</em> foram observadas em 89% dos animais com helmintos e 95% com ectoparasitas. A maioria dos cães foi positiva para <em>Ehrlichia</em> spp.. Constata-se que cães positivos para <em>Leishmania</em> provenientes de área endêmica no Brasil apresentam maior índice de co-infecções com helmintos, ectoparasitas e bactérias. Portanto, um tratamento eficaz e medidas públicas são necessários para conter a propagação da leishmaniose canina e outras infecções.</p> Virginia Maria Góes da Silva, Rita Elizabeth Moreira Mascarenhas, Candace Machado de Andrade, Manuela da Silva Solcà, Daniela Farias Larangeira, Geraldo Gileno de Sá Oliveira, Washington Luis Conrado dos Santos Copyright (c) 2024 Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/76440 Mon, 11 Mar 2024 00:00:00 -0300 Atividade Antiproliferativa de frações de Annona squamosa L. em células tumorais humanas https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/74755 <p><em>Annona squamosa</em> Linn. (Annonaceae) representa uma rica fonte de compostos bioativos, como alcaloides, taninos, compostos fenólicos, acetogeninas, esteroides, diterpenos e componentes minerais. Diversas partes dessa planta são empregadas tradicionalmente no tratamento de diabetes e câncer. Para avaliação da atividade antiproliferativa de frações de cascas e sementes dos frutos de <em>A. squamosa</em>, foram empregadas oito linhagens tumorais humanas (K-562, HT-29, PC-3, NCI-H460, MCF-7, NCI-ADR/RES, UACC-62, U251 e 786-0) e a linhagem não tumoral HaCat, utilizando como controle positivo a doxorrubicina. A proliferação celular foi determinada por quantificação espectrofotométrica. Frações de sementes e cascas da planta mostraram efeitos citostático e citocida para as linhagens em diferentes concentrações, com exceção da linhagem K-562. Todas as frações ensaiadas apresentaram seletividade para a linhagem NCI-H460. No entanto, as demais linhagens também sofreram efeito antiproliferativo das frações, em especial da fração metanólica de sementes, que apresentou maior percentual citocida (até 100%). Esses resultados apontam o potencial dessas frações como fontes de novos agentes quimioterápicos e/ou quimiopreventivos a serem isolados e identificados.</p> Daniela Granella Gomes Guidoti, David Teixeira Guidoti, Adriano Lopes Romero, Ana Lúcia Tasca Gois Ruiz, Mary Ann Foglio, João Ernesto de Carvalho, Carmem Lúcia de Mello Sartori Cardoso da Rocha Copyright (c) 2024 Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/74755 Sun, 28 Apr 2024 00:00:00 -0300 Primeiro registro da predação de larvas de Samea multiplicalis (Lepidoptera: Pyralidae) por passáros Furnariidae em plantas de salvinia (Salviniaceae) https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/78061 <p><em>Certhiaxis cinnamomeus</em> e <em>Furnarius figulus</em> são pássaros pertencentes à família Furnariidae que ocupam diferentes habitats associados ao ambiente aquático em todas as regiões do Brasil. A alimentação dessas aves é constituída principalmente por animais invertebrados. Registrou-se, de forma ocasional, indivíduos de <em>C. cinnamomeus </em>e <em>F. figulus</em> forrageando sobre plantas de <em>Salvinia auriculata</em> e predando larvas de <em>Samea multiplicalis</em>, em lagoas marginais ao Rio das Mortes, região Campos das Vertentes, Minas Gerais, sendo o primeiro relato dessa interação.</p> Glauco Cássio de Sousa Oliveira Copyright (c) 2024 Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/78061 Wed, 27 Mar 2024 00:00:00 -0300