REDES DE PESQUISA COMO PROPOSTA INTEGRADORA PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO EM CONTEXTOS EMERGENTES

Autores

  • Marilia Costa Morosini Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul(PUCRS), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, marilia.morosini@pucrs.br http://orcid.org/0000-0002-2433-5783
  • Egeslaine de Nez Universidade Federal de Mato Grosso-Campus Universitário do Araguaia (UFMT -CUA), Barra do Garças, Mato Grosso, Brasil, e.denez@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0002-0316-0080

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v45i3.62131

Resumo

Este estudo discute a relação entre redes de pesquisa e a construção do conhecimento e a formação dos pesquisadores, com destaque para a internacionalização. Metodologicamente, partiu de um estado de conhecimento, e realizou-se uma pesquisa documental (lattes) dos membros chave da Rede Sulbrasileira de Investigadores de Educação Superior (RIES). A análise dos dados baseou-se numa abordagem crítica do conteúdo. É conclusiva a afirmação de que a participação em redes de pesquisa potencializa a produção do conhecimento, além de gerar um acréscimo na qualidade das investigações, intensificando a experiência formativa dos pesquisadores. Também foi possível compreender que o conhecimento gerado pelas redes tem maior alcance quando produzidos coletivamente e disseminado nas metaredes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Egeslaine de Nez, Universidade Federal de Mato Grosso-Campus Universitário do Araguaia (UFMT -CUA), Barra do Garças, Mato Grosso, Brasil, e.denez@yahoo.com.br

Pedagoga, mestre e doutora em Educação.

Downloads

Publicado

13-12-2020

Como Citar

Morosini, M. C., & Nez, E. de. (2020). REDES DE PESQUISA COMO PROPOSTA INTEGRADORA PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO EM CONTEXTOS EMERGENTES. Revista Inter Ação, 45(3), 688–703. https://doi.org/10.5216/ia.v45i3.62131