Educação nutricional para pacientes em hemodiálise: controle da hipercalemia e hiperfosfatemia

Resumo

Atividades de educação nutricional em clínicas de hemodiálise são de extrema importância para o engajamento ao tratamento e consequente melhora na qualidade de vida do paciente com Doença Renal Crônica (DRC). Desta maneira, o projeto apresentado visa o empoderamento dos pacientes em tratamento por meio de ações educativas, que além de otimizarem o tempo das sessões de hemodiálise auxiliam na adesão das dietas. Diversos temas foram abordados ao longo do projeto, entre eles a ingestão de potássio e fósforo na DRC, através de aulas expositivas dialogadas com uso de recurso visual ilustrativo e utilizando um bingo alimentar com imagens de alimentos fontes de fósforo ou potássio. Os resultados das atividades foram positivos, demonstrando interesse e envolvimento da maioria dos pacientes. Concluiu-se que o projeto de extensão contribuiu para a promoção da saúde dos pacientes em hemodiálise, auxiliou no tratamento proporcionando conhecimentos e autonomia para uma melhor qualidade de vida destes indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Luiza Ferreira Stringhini, Universidade Federal de Goiás
Faculdade de Nutrição
Publicado
04-05-2020
Como Citar
Ana Luiza Araújo da Silva, Stringhini, M. L. F., & Ana Tereza Vaz de Souza Freitas. (2020). Educação nutricional para pacientes em hemodiálise: controle da hipercalemia e hiperfosfatemia . Revista UFG, 20(26). https://doi.org/10.5216/revufg.v20.62409
Seção
Artigos