A NATUREZA DO ESPAÇO NUMA PERSPECTIVA COMUNICATIVA OU PÚBLICA - DOI 10.5216/bgg.v29i1.4959

Autores

  • Rosalvo Nobre Carneiro UERN

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v29i1.4959

Palavras-chave:

Natureza do espaço, Teoria da ação comunicativa, Espaço público.

Resumo

Pretende-se discutir sobre a natureza do espaço e, baseando-se na Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas e em aportes teórico-metodológicos miltonianos, propô-la como sendo comunicativa ou pública. A natureza do espaço, que em sua totalidade é instrumental-privada e comunicativa-pública, é analisada a partir das suas interações, de um lado, com o uso humano da técnica, do tempo, da razão e da emoção e, de outro, pelas interações entre forma, função, processo e estrutura. Do modo intersubjetivo como ocorrem estas interações resulta a natureza comunicativa ou pública do espaço. O espaço comunicativo ou público apóia-se na razão comunicativa e nas ações orientadas para o entendimento mútuo livre de coerções, neste sentido contrapõe-se à natureza instrumental do espaço, fundamentada na razão cognitivo-instrumental e nas ações orientadas para fins, dominantes na atualidade e associada à colonização do mundo do sistema sobre o mundo vivido.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosalvo Nobre Carneiro, UERN

Licenciado em Geografia - UEPB

Mestre em Geografia - UFPE

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia - UFPE

Professor Assistente I do Departamento de Geografia/CAMEAM/UERN

Membro do Núcleo de Estudos em Geografia Agrária e Regonal - NUGAR do DGE/CAMEAM/UERN

Área de atuação: Geografia Humana, Geografia Econômica, Análise regional.

Downloads

Publicado

2009-07-16

Como Citar

CARNEIRO, R. N. A NATUREZA DO ESPAÇO NUMA PERSPECTIVA COMUNICATIVA OU PÚBLICA - DOI 10.5216/bgg.v29i1.4959. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 29, n. 1, p. 33–46, 2009. DOI: 10.5216/bgg.v29i1.4959. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/4959. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos