O LUGAR NOS MOVIMENTOS SOCIAIS E O LUGAR DA GEOGRAFIA NA TEORIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS - DOI 10.5216/bgg.v27i2.2643

Autores

  • Breno Marqués l Marqués Bringel Universidad Complutense de Madri

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v27i2.2643

Palavras-chave:

movimentos sociais, resistência, lugar, geografia, estudos interdisciplinares

Resumo

Muito longe de serem estáticos, os mapas nos guiam hoje pela geografia variável da nova composição do trabalho, da mobilidade entre as fronteiras, das transformações urbanas e rurais. Uma nova (des)ordem global, gerida pela lógica dominante da globalização capitalista, impõe-se e provoca diversas mutações que nos levam a refletir, neste ensaio, sobre a dialética entre poder e resistência e o papel dos movimentos sociais atuais dentro deste contexto. Para isto, procuramos analisar o conceito de lugar dentro da ação dos movimentos sociais, assim como debater o lugar da geografia dentro da teoria dos movimentos sociais, oferecendo uma breve revisão da literatura brasileira existente sobre o estudo dos movimentossociais dentro da geografia e ressaltando as principais tendências e perspectivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-12

Como Citar

BRINGEL, B. M. l M. O LUGAR NOS MOVIMENTOS SOCIAIS E O LUGAR DA GEOGRAFIA NA TEORIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS - DOI 10.5216/bgg.v27i2.2643. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 27, n. 2, p. 35–49, 2007. DOI: 10.5216/bgg.v27i2.2643. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/2643. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos