LIVROS DIDÁTICOS COMO FONTES PARA PESQUISAS EM HISTÓRIA DA GEOGRAFIA ESCOLAR

TEXTBOOKS AS SOURCES FOR RESEARCH IN THE HISTORY OF SCHOOL GEOGRAPHY

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v43i01.73011

Resumo

Os Livros Didáticos constituem um material constante nas salas de aula. Como fonte de pesquisas sobre a história das disciplinas escolares, alçaram maior destaque em escala mundial a partir da década de 1980. São materiais que se agregam à cultura escolar e  se remetem tanto aos processos de escolarização, quanto àqueles de educação. Refletir a respeito dos livros didáticos como fontes de pesquisa em História da Geografia Escolar implica sair de uma concepção destes como mero depositário de “discursos”, para aquela de construtor de discursos e visões sociais de mundo por exemplo, concernete ao Brasil e aos processos de (re)produção de seus territórios. A discussão acerca dos livros didáticos então, utiliza exemplos das obras didáticas publicadas no Estado Novo (1930-1945), momento de estruturação do sistema nacional de ensino e de institucionalização da Geografia, no Brasil. Ao utilizar os LD´s como fonte de pesquisa propomos que estes sejam articulados a processos mais amplos, às legislações educacionais e às culturas escolares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogata Soares Del Gaudio, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil rogatasoares@gmail.com

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1991), Mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997), Doutorado em Educação pela Faculdade de Educação da UFMG (2006) e Pós Doutorado em Geografia Humana pela USP (2021). Atualmente é membro do Neils da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; do Instituto de Cultura Ibero-Atlântica (ICIA, Portugal) e do Grupo de Estudos do Capital (GECA/USP). Professora Titular do Curso de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia do IGC/Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de GEOGRAFIA, com ênfase em Atitude e Ideologias Políticas, atuando principalmente nos seguintes temas: Geografia, Ideologia, Educação, Ensino de Geografia e Análise do Discurso.

Manoel Fernandes Sousa Neto, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, São Paulo, Brasil. manoelfernandes@usp.br

Licenciado e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (1992, 1993), realizou mestrado e doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (1997, 2004) e pós-doutorado em História da Cartografia pela Universidade do Porto (2012-2013). Docente da Universidade Federal da Paraíba (1993-1998), Universidade Federal do Ceará (1998-2007) e da Universidade de São Paulo desde 2007 onde realizou Livre Docência em 2019 e é Professor Associado. Atuou como Professor Visitante na Université Cergy-Pontoise (2019) e presidiu a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia - ANPEGE (2018-2019). Poeta-docente publicou livros, artigos e ensaios voltados à compreensão da história da geografia no Brasil, à geografia histórica do capitalismo, à história da cartografia e ao ensino de geografia.

Downloads

Publicado

2023-11-02

Como Citar

DEL GAUDIO, R. S.; SOUSA NETO, M. F. LIVROS DIDÁTICOS COMO FONTES PARA PESQUISAS EM HISTÓRIA DA GEOGRAFIA ESCOLAR: TEXTBOOKS AS SOURCES FOR RESEARCH IN THE HISTORY OF SCHOOL GEOGRAPHY. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 43, n. 01, 2023. DOI: 10.5216/bgg.v43i01.73011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/73011. Acesso em: 22 maio. 2024.