O Estágio Supervisionado em Educação Infantil no contexto da pandemia do Covid-19: o inédito (in)viável

Autores

  • José Firmino de Oliveira Neto Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, josefirmino@ufg.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v33i2.74863

Resumo

O presente artigo objetiva apresentar as (re)significações (in)viáveis do Estágio Supervisionado em Educação
Infantil, no contexto do curso de Pedagogia do Centro Universitário Araguaia, Goiânia, Goiás. Para tanto,
realizamos a incursão de uma narrativa analítica das mudanças de trajetória oportunizadas na contradição e na
incerteza. No transcorrer da pandemia do COVID-19, o ES em Educação Infantil, inicialmente (2020/1)
desenvolveu-se com encontros através do software Skype para leituras; palestras com professores(as) de escolas
da infância e produção de planos de atividade, como possibilidade de adentrar ao universo da docência com
crianças. Já em 2021/1, estabelecemos uma nova rotina, marcada em dois tempos: 1) contexto de reflexão teórico prático sobre a pesquisa e a prática na Educação Infantil e 2) contexto de práxis: produção, desenvolvimento e
análise de oficinas pedagógicas voltadas para crianças de 05-06 anos. Esse contexto foi um movimento
(re)construído, visando a atender a natureza da regência, a preparação e o desenvolvimento de uma proposta de
atividades. Diante dessa realidade, as mudanças que narramos e analisamos são acerca das materializações
possíveis que encontramos no espaço da instituição de ensino superior em que estávamos imersos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Firmino de Oliveira Neto, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, josefirmino@ufg.br

Doutor em Educação em Ciências e Matemática. Professor da Unidade Acadêmica Especial de Ciências
Humanas, UFG/Câmpus Goiás.

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

OLIVEIRA NETO, J. F. de. O Estágio Supervisionado em Educação Infantil no contexto da pandemia do Covid-19: o inédito (in)viável. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 33, n. 2, p. 93–109, 2022. DOI: 10.5216/rp.v33i2.74863. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/74863. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Experiências didático-pedagógicas no estágio supervisionado na educação infantil