Estágio na educação infantil: formação de professores em contexto de ensino remoto emergencial

Autores

  • Fabiane Lopes de Oliveira Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, fabiane_oliveira@ufg.br
  • Marilza Vanessa Rosa Suanno Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, marilzasuanno@uol.com.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v33i2.74862

Resumo

O presente artigo visa a apresentar reflexões sobre o Estágio Curricular Obrigatório do Curso de Pedagogia
desenvolvido na educação infantil em contexto de ensino remoto emergencial. Compreende-se que o estágio,
enquanto componente curricular, cumpre papel importante na articulação entre teoria e prática na formação de
professores por ser um ato educativo organizador de interfaces formativas e por produzir diálogos com o exercício
profissional e o campo de atuação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiane Lopes de Oliveira, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, fabiane_oliveira@ufg.br

Doutora em Educação na linha de teoria e Prática (PUCPR). Professora do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás/UFG.

Marilza Vanessa Rosa Suanno, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, marilzasuanno@uol.com.br

Pós-doutorado pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Doutora em Educação pela Universidade Católica de Brasília UCB; Professora efetiva da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás UFG. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação PPGE/FE/UFG.

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

OLIVEIRA, F. L. de; SUANNO, M. V. R. Estágio na educação infantil: formação de professores em contexto de ensino remoto emergencial. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 33, n. 2, p. 77–92, 2022. DOI: 10.5216/rp.v33i2.74862. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/74862. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Experiências didático-pedagógicas no estágio supervisionado na educação infantil