A teoria da complexidade e o seu princípio educativo: as ideias educacionais de Edgar Morin

Autores

  • Bruno Pedroso Lima Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v22i2.26682

Resumo

Esse artigo tem o objetivo de apresentar, discutir e demonstrar os elementos estruturantes da teoria da complexidade, analisando-a desde suas ideias sobre a sociedade, a ciência e a vida, até sua ênfase na importância da compreensão de mundo sistêmica e complexa no processo educativo. Apoiando-me em seu principal expoente, o francês Edgar Morin, faço uma introdução às ideias da complexidade como teoria filosófica, pensando a ciência e as consequências que seus paradigmas trazem para a formação da ordem social e da compreensão da vida, da cultura e da natureza. Após isso, discuto as ideias educativas de Morin, enfatizando, com ele, a necessidade de o processo de compreensão do mundo se iniciar no âmbito da educação, através da conscientização e do estímulo à autonomia e à crítica. Nessa perspectiva, também apresento e discuto o que Morin chamou de “os sete saberes necessários à educação do futuro”, um tipo de sistematização feita pelo autor de suas ideias educativas, imaginando a quebra dos paradigmas científico-sociais vigentes e pensando na educação como esperança de uma consequente transformação social em longo prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Pedroso Lima Silva

Mestrando em Educação Brasileira, Faculdade de Educação/UFG.

Downloads

Publicado

2013-10-02

Como Citar

SILVA, B. P. L. A teoria da complexidade e o seu princípio educativo: as ideias educacionais de Edgar Morin. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 22, n. 2, 2013. DOI: 10.5216/rp.v22i2.26682. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/26682. Acesso em: 8 ago. 2022.