Projeto de instrumento virtual: O caso do violão flamenco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v23.74380

Palavras-chave:

Instrumentos virtuais, síntese sonora, amostragem, acústica, violão flamenco

Resumo

Este artigo é sobre como criar instrumentos virtuais que emulam instrumentos acústicos. Através do estudo de diferentes técnicas de síntese e amostragem, sugiro que esta última é a mais adequada para este fim, dada sua fidelidade estática e seu potencial de realismo nos sons que gera. No entanto, esta técnica também apresenta limitações importantes que não nos permitem atingir o nível de perfeição desejado. Dentre os numerosos instrumentos acústicos existentes, eu me concentro no violão flamenco, já que até hoje não há nenhum instrumento virtual dedicado a ele. A fim de facilitar a compreensão do instrumento, ofereço um estudo extensivo de sua natureza e timbre, bem como uma quebra do processo de gravação de um instrumento virtual que emula este instrumento.

Traduzido com a versão gratuita do tradutor - www.DeepL.com/Translator

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jagoba Santos Bengoechea, Universidad Politécnica de Madrid, Madrid, España, jagobamusika@gmail.com

Yago Santos was born in Bilbao in 1985. Self-taught with the guitar, Yago gained a scholarship from the AIE and the Provincial Council of Vizcaya to study flamenco guitar specialization at the Cristina Heeren Foundation in Seville and the Barcelona Taller de Musics. During this period, he was a student of teachers such as Pedro Sierra, Eduardo Rebollar, Niño de Pura, Juan Gómez “Chicuelo” or Paco Cortés, among others. In 2015 he received a full scholarship from Berklee College of Music to study Master's in Global Jazz. 

Carlos Duque, City University, London, musicalia@musicalia.com

Carlos Duque é doutor em Composição, mestre em Composição (ambos pela City University de Londres) e licenciado em Sociologia com especialização em Antropologia Social (UCM). Ele fez cursos de especialização e pós-graduação na Berklee School of Music (Boston), Universidade de Durham, UCM e UAH. Ele compôs e produziu música para TVE, Telemadrid, Telecinco, TVG e numerosas empresas de produção audiovisual. Ele tem sido um Ambientador Musical por concurso na TVE (cargo que deixou para continuar sua carreira como compositor) e Conselheiro Musical da RNE (Rádio Nacional Espanhola).

Ele já ganhou prêmios em vários concursos de composição, inclusive: Creación Radiofónica de Radio Clásica (2011), Francisco Escudero (2008), Cristóbal Halffter (2008), Frederic Mompou (1999) e Jóvenes Autores SGAE (1998). Suas obras foram estreadas no Auditório Nacional (Madri), Théâtre de Nimes (Nimes, França), LSO St. Lukes (Londres), Festival Internacional de Música Contemporânea (Alicante), e em países como Japão, Alemanha e EUA. Sua pesquisa se concentra na vida e na obra do compositor Roberto Gerhard e na música para o audiovisual no cinema e na televisão. Ele participou do projeto de pesquisa A Música Eletrônica de Roberto Gerhard como pesquisador na Universidade de Cambridge e na Universidade de Huddersfield. Ele é membro do comitê organizador da Conferência Internacional Roberto Gerhard. Suas publicações incluem: The Influence of Electronic Music on Roberto Gerhard's Symphony No. 4 'New York' (in The Roberto Gerhard Companion, Ashgate, London, 2014) e Serial and melodic evolution in the work of Roberto Gerhard. Um explorador na vanguarda (em Perspectives on Gerhard. University of Huddersfield, Huddersfield).

Publicado

2023-02-13

Como Citar

SANTOS BENGOECHEA, J.; DUQUE, C. Projeto de instrumento virtual: O caso do violão flamenco. Música Hodie, Goiânia, v. 23, 2023. DOI: 10.5216/mh.v23.74380. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/74380. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos