Seguimiento Continuo de Infinitos Puntos..., de Sebastián Jatz:

escutar como forma de interrogar o lugar em que a música acontece

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v23.74061

Palavras-chave:

música experimental, partitura, notação verbal, prescrição para a ação, audição

Resumo

O artigo foca na análise estética e epistemológica de uma peça do compositor Sebastián Jatz, escrita exclusivamente com palavras que, em 2011, colocou sob tensão os discursos e práticas no campo da produção de partituras na música experimental chilena. A pesquisa propõe que a notação verbal desse trabalho desconsidere uma funcionalidade descritiva referente a materiais sonoros, para dar lugar a uma forma de prescrição para a ação que enuncia algumas condições de possibilidade que permitem o desdobramento de um tipo de escuta que funciona como um questionamento em relação à contingência do lugar em que é realizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Santiago Astaburuaga Peña, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Valparaíso, Región de Valparaíso, Chile, santiago.astaburuaga@pucv.cl

Compositor, intérprete e pesquisador. PhD em Música (Composição) pela UNAM. O seu trabalho artístico e pesquisativo centra-se nas qualidades da experiência no processo de fazer uma obra musical, especificamente nos problemas estéticos e epistemológicos relacionados com a escrita e a escuta. Suas peças –desde 2002– são interpretadas por solistas e diversos conjuntos em salas de concerto e festivais no Chile, México, Uruguai, Japão, França, Espanha, Inglaterra e Suíça. Lançou discos com apresentações de suas obras em gravadoras do Chile, México, Canadá, Eslovênia e Suíça e com apresentações de obras de outros compositores em gravadoras dos Estados Unidos e França; Ao mesmo tempo, publicou vários artigos em revistas de música, filosofia e literatura. Atualmente, está fazendo Pós-doutorado no Instituto de Música da Pontifícia Universidad Católica de Valparaíso.

Publicado

2023-03-18 — Atualizado em 2023-05-28

Versões

Como Citar

ASTABURUAGA PEÑA, S. Seguimiento Continuo de Infinitos Puntos..., de Sebastián Jatz:: escutar como forma de interrogar o lugar em que a música acontece. Música Hodie, Goiânia, v. 23, 2023. DOI: 10.5216/mh.v23.74061. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/74061. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos