DUAS CADÊNCIAS PARA A SONATA EM RÉ MAIOR, PARA FLAUTA E CRAVO OBBLIGATO, WQ. 83, DE C. PH. E. BACH

Autores

  • Marcelo Fagerlande

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v8i1.4562

Resumo

O artigo mostra o processo de elaboração de duas cadências – para o primeiro e para o segundo movimento – da Sonata em Ré maior para flauta e cravo obbligato Wq. 83, de Carl Philipp Emanuel Bach. Duas obras serviram de orientação para a composição das cadências: o método Versuch einer Anweisung die Flöte traversiere zu spielen de J. J. Quantz, e o tratado Versuch über die wahre Art das Clavier zu spielen, 2ª parte (1762), do próprio C. Ph. E. Bach. Na primeira publicação, impressa em 1752, um capítulo inteiro é dedicado ao assunto, enquanto na segunda preciosas informações a respeito desta prática são encontradas.
Palavras-chave: C.Ph.E. Bach, 1714-1788; Cadências; Flauta e cravo; Ornamentação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-08-16

Como Citar

FAGERLANDE, M. DUAS CADÊNCIAS PARA A SONATA EM RÉ MAIOR, PARA FLAUTA E CRAVO OBBLIGATO, WQ. 83, DE C. PH. E. BACH. Música Hodie, Goiânia, v. 8, n. 1, 2008. DOI: 10.5216/mh.v8i1.4562. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/4562. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos