Escolas de canto na opinião de professores atuantes no Brasil

Autores

  • Nadja Barbosa de Sousa, Ênio Lopes Mello e Marta Assumpção de Andrada e Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v15i1.39544

Resumo

Fazer referência às escolas de canto lírico é assunto que suscita divergência de opiniões entre cantores e professores da área pois acredita-se que tais correntes entraram em desuso. O objetivo desse artigo, que teve participação de 72 professores de canto atuantes no Brasil, foi investigar se as escolas de canto ainda são referidas e quais correntes são mais difundidas. Ao responderem ao questionário da pesquisa, 08 participantes não referiram escola e 64 mencionaram principalmente a alemã, a francesa e a italiana, esta última em destaque. No Brasil, faz-se alusão às escolas, porém não a uma única corrente. A pedagogia vocal utiliza uma mistura de técnicas que além da qualidade vocal visa a singularidade do cantor. Palavras-chave: Escolas Nacionais de Canto, Professor de Canto, Pedagogia Vocal, Canto Lírico, Voz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-02-01

Como Citar

BARBOSA DE SOUSA, ÊNIO LOPES MELLO E MARTA ASSUMPÇÃO DE ANDRADA E SILVA, N. Escolas de canto na opinião de professores atuantes no Brasil. Música Hodie, Goiânia, v. 15, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/mh.v15i1.39544. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/39544. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos