Projeto Destino Pirilampo: um Estudo sobre a Composição de Meta-Soundscapes em Música Ubíqua

Autores

  • Luzilei Aliel da Silva
  • José Eduardo Fornari Novo Junior

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v14i1.32928

Resumo

Música ubíqua é aqui entendida como uma derivação natural da música eletroacústica na qual equipamentos eletrônicos são ubiquamente interconectados para juntos criarem música. Com este ambiente informacional, é atualmente possível fazer uma composição de paisagens sonoras (soundscapes) criada de material sonoro advindo de distantes e distintos soundscapes. Nós chamamos a este resultado de “meta-soundscape”. Este artigo apresenta e discute o processo de criação e desenvolvimento da instalação de arte sonora intitulada “Destino Pirilampo” (DP) que explora esta premissa. DP é uma instalação performática multimodal desenvolvida para gerar meta-soundscapes (soundscape composto de diversos, distintas e distantes soundscapes). Esta explora a interação remota entre soundscapes cujo material é manipulado em tempo-real por um único performer. DP usa um aplicativo de VoIP (voice over internet protocol) para coletar e enviar dados sonoros dos soundscapes para o performer. Juntos, estes tornam-se agentes de um sistema aberto e complexo onde o significado estético emerge através de um processo de auto-organização. Sem utilizar sons gravado, DP cria um meta-soundscape interativo e artificial, que é um ambiente sonoro composto por um processo de música ubíqua contendo eventos sonoros sintetizados e naturais, manipulados em tempo-real pelo performer. Este trabalho é também um estudo de sonologia. Palavras-chave: Soundscapes; Sonologia; Música eletroacústica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-11-24

Como Citar

ALIEL DA SILVA, L.; FORNARI NOVO JUNIOR, J. E. Projeto Destino Pirilampo: um Estudo sobre a Composição de Meta-Soundscapes em Música Ubíqua. Música Hodie, Goiânia, v. 14, n. 1, 2014. DOI: 10.5216/mh.v14i1.32928. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/32928. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos