Procedimentos Não Contrapontísticos em Fugas Brasileiras para Piano (1922-2009)

Autores

  • Luciana Noda

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v13i1.25829

Resumo

Este artigo apresenta procedimentos composicionais não contrapontísticos em fugas brasileiras para piano. Cinquenta e nove fugas para piano compostas entre 1922 a 2009 foram investigadas nesta pesquisa. Foi constatado o afastamento momentâneo da escrita contrapontística em episódios, reexposições e coda, tanto em fugas com sujeito tonal quanto em fugas com sujeito atonal. Este procedimento foi utilizado ocasionalmente para delimitar seções, intensificando a percepção da estrutura resultante das fugas. Palavras-chave: Fuga; Procedimentos não contrapontísticos; Música brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-08-15

Como Citar

NODA, L. Procedimentos Não Contrapontísticos em Fugas Brasileiras para Piano (1922-2009). Música Hodie, Goiânia, v. 13, n. 1, 2013. DOI: 10.5216/mh.v13i1.25829. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/25829. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos