Representação da Morte Feminina em L`Orfeo e Il Combattimento di Tancredi et Clorinda de Claudio Monteverdi

Autores

  • Abel Rocha

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v12i2.22542

Resumo

O presente artigo trata de questões referentes à linguagem harmônica da obra de Claudio Monteverdi, seus procedimentos harmônicos e decorrentes movimentações melódicas, sua utilização como recurso dramatúrgico e suas possíveis significações alegóricas, tomando por base diversas teorias de modos nos séculos XVI e XVII. Num primeiro momento, aborda a questão das diversas nomenclaturas e significados dos modos e suas possíveis referências alegóricas de acordo com autores diversos. Num segundo momento, apresenta a análise de dois trechos de suas óperas, que tratam da representação da morte de Eurídice e Clorinda (Orfeo & Il combattimento de Tancredi e Clorinda, respectivamente), relacionando os procedimentos harmônicos às duas situações dramatúrgicas. Palavras-chave: Harmonia em Monteverdi; Regência de Ópera; Teorias de modos nos séculos XVI e XVII; Música e dramaturgia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-02-13

Como Citar

ROCHA, A. Representação da Morte Feminina em L`Orfeo e Il Combattimento di Tancredi et Clorinda de Claudio Monteverdi. Música Hodie, Goiânia, v. 12, n. 2, 2013. DOI: 10.5216/mh.v12i2.22542. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/22542. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos