ESTRATÉGIAS EDUCACIONAIS PARA PROMOVER A INTERAÇÃO SOCIAL DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO OPOSITOR DESAFIADOR (TOD) NO ÂMBITO ESCOLAR: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v47i1.71370

Resumo

Este estudo procurou identificar as estratégias e práticas de promoção e interação de crianças com Transtorno Opositor Desafiador (TOD) no âmbito escolar. Trata-se de uma revisão integrativa de acordo com as orientações propostas por Whittemore e Knafl (2005) e desenvolvido com as fases descritas por Toronto e Remington (2020), com buscas realizadas nas bases de dados: PUBMED, WEB OF SCIENCE, SCOPUS, ERIC e Biblioteca Virtual de Saúde-BVS; recorte temporal 2016-2021 e nos idiomas português, inglês e espanhol. Foram encontrados 1.445 estudos na busca inicial e um estudo incluído na busca manual. Ao final, 4 estudos atenderam aos critérios de inclusão e integraram a análise qualitativa da pesquisa. Os achados destacam a importância de incorporar estratégias inovadoras nas intervenções escolares para apoiar as necessidades da saúde mental e acadêmicas das crianças diagnosticadas com TOD, bem como a carência de pesquisas voltadas ao tema.

PALAVRAS-CHAVE: Transtorno Opositor Desafiador. Educação. Metodologia. Interação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Mossi Utzig, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil, silviamossiutzig@gmail.com

Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PUC-Uruguaiana (2008). Pós-graduação lato sensu em Educação Continuada pelo IFSUL-Rio-Grandense (2016), Pós-graduação lato sensu em Alfabetização e Letramento (2020), Pós-graduação lato sensu em Neuropsicopedagogia (2021). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências da Universidade Federal do Pampa - Campus Uruguaiana/RS (2021). Atualmente é professora, atendendo a rede básica de ensino com a disciplina de Língua Espanhola nos anos finais.

Carine Jardim de Castro, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil, carine.jcastro@gmail.com

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências Química da Vida e Saúde pela Universidade Federal do Pampa - campus Uruguaiana/RS. Mestra em Ensino pela Universidade Federal do Pampa – Campus Bagé, RS, Brasil. Graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal de Pelotas e docente na Universidade da Região da Campanha - Urcamp Campus Alegrete/RS.

Mara Aparecida de Miranda Batista Dias, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil, marademiranda02@gmail.com

Possui graduação em Estudos Sociais (1998) e História (2004) ambas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Concluiu Mestrado Profissional em Reabilitação e Inclusão pelo Centro Universitário Metodista- IPA (2017). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós Graduação Educação em Ciências na Universidade Federal do Pampa. Exerce a docência na área das Ciências Humanas na rede pública e privada da educação básica.

Rodrigo de Souza Balk, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil, rodrigobalk@unipampa.edu.br

Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal de Santa Maria (2001), mestrado em Ciências Biológicas: Neurociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e doutorado em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria (2011). Atualmente é professor associado com dedicação exclusiva da Universidade Federal do Pampa na área de Fisioterapia e orientador no Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências: Química da Vi.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

UTZIG, S. M. .; CASTRO, C. J. de; DIAS, M. A. . de M. B. .; BALK, R. de S. . ESTRATÉGIAS EDUCACIONAIS PARA PROMOVER A INTERAÇÃO SOCIAL DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO OPOSITOR DESAFIADOR (TOD) NO ÂMBITO ESCOLAR: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA. Revista Inter Ação, Goiânia, v. 47, n. 1, p. 250–263, 2022. DOI: 10.5216/ia.v47i1.71370. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/71370. Acesso em: 30 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos