TRAJETÓRIA EDUCACIONAL DE UMA JOVEM MIGRANTE: DESLOCAMENTOS ENTRE CAMPO, CIDADE E CIBERESPAÇO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v47i1.71178

Resumo

Esse artigo teve por objetivo analisar a produção de significados em transições campo-cidade de uma jovem que migrou para cursar o ensino médio técnico. Suas experiências com a alteridade em espaços urbanos e rurais foi marcada por rupturas, ambivalências e transformações. Ao estudo de caso de metodologia qualitativa com duas entrevistas narrativas, história de vida e episódica, foi aplicada análise dialógico-temática. Os resultados indicaram que os deslocamentos cotidianos ampliaram o posicionamento de estudante para aprendiz, excedendo contextos formais de ensino na atuação política dentro e fora da escola. Concluiu-se que os significados produzidos no ir e vir apontam caminhos para enfrentar as incertezas e desigualdades sociais do presente, orientando expectativas futuras de continuidade da formação no ensino superior.

 PALAVRAS-CHAVE: Migração Rural-Urbana. Juventude. Ensino Médio Profissionalizante. Posicionamentos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Pimentel Faria de Miranda, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, Brasil, psimiranda@hotmail.com

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Escolar da Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Educação Social e graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Docente no Ensino Superior e Pesquisadora na área da Psicologia e Educação. Membro do grupo de pesquisa Pensamento e Cultura da UnB. 

Júlia Campos Clímaco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Brasília, Brasil, juliaclimaco@gmail.com

Doutora em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar, Universidade de Brasília (UnB), Mestra em Ciências Sociais e Educação, Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales, Sede Argentina. Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Brasília. Sócia fundadora Mangata - Rede nacional de pesquisa com deficiência. Atualmente é Analista em Ciência e Tecnologia do CNPq, na Coordenação do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais, nas áreas de Psicologia e Serviço Social.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

MIRANDA, F. P. F. de; CLÍMACO, J. C. . TRAJETÓRIA EDUCACIONAL DE UMA JOVEM MIGRANTE: DESLOCAMENTOS ENTRE CAMPO, CIDADE E CIBERESPAÇO. Revista Inter Ação, Goiânia, v. 47, n. 1, p. 234–249, 2022. DOI: 10.5216/ia.v47i1.71178. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/71178. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos