A CIDADE DE SÃO PAULO DE MUITAS GENTES E POUCAS ESCOLAS PARA MUITA GENTE: UM ESTUDO SOBRE AS ESCOLAS ITALIANAS ENTRE FINS DO SÉCULO XIX E INÍCIO DO SÉCULO XX

Autores

  • Claudia Panizzolo Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, São Paulo, Brasil, claudiapanizzolo@uol.com.br https://orcid.org/0000-0003-3693-0165

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.68511

Resumo

Este artigo tem por objetivo empreender um estudo sobre a localização das escolas italianas nos bairros da cidade de São Paulo, bem como sobre a organização de seus espaços e tempos, entre as décadas finais do século XIX e o início do século XX, período de expressiva emigração da Península Itálica e chegada de imigrantes em São Paulo. O presente estudo está ancorado nos referenciais da História Cultural, História da Imigração e História da Educação. O corpus documental é composto pela obra Il Brasile e gli italiani, publicação da equipe editorial do jornal Fanfulla, fotografias, relatórios consulares, relatórios de professores, Anuários da Instrução Pública, livros, imprensa dentre outros. As escolas italianas geralmente eram a expressão fidedigna dos bairros onde se localizavam, e pouco ou nada se distanciavam da estrutura física e pedagógica de grande parte das escolas públicas paulistas.

PALAVRAS-CHAVE: Escolas Italianas. Imigrantes Italianos. Escola Elementar. São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Panizzolo, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, São Paulo, Brasil, claudiapanizzolo@uol.com.br

Graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1991), Especialização em Educação Infantil pela Universidade Metodista de São Paulo (1998), Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001), Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006) e Estágio Pós Doutoral na Universidade de Caxias do Sul (Brasil) e na Università degli Studi Del Molise (Itália) em 2019. Professora Associado II da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo- EFLCH / UNIFESP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Paulo -UNIFESP. Docente do curso de Pedagogia, na área de Educação Infantil.

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

Panizzolo, C. (2021). A CIDADE DE SÃO PAULO DE MUITAS GENTES E POUCAS ESCOLAS PARA MUITA GENTE: UM ESTUDO SOBRE AS ESCOLAS ITALIANAS ENTRE FINS DO SÉCULO XIX E INÍCIO DO SÉCULO XX. Revista Inter Ação, 46(2), 441–463. https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.68511