Comic Books in Silver Screens

um mapeamento das transposições de HQs no Cinema hollywoodiano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v26.73828

Palavras-chave:

Cinema, Histórias em Quadrinhos, Transposições, Hollywood

Resumo

O presente trabalho apresenta um mapeamento das transposições de Histórias em Quadrinhos no Cinema. Foi utilizado um recorte que procura esse levantamento fílmico, assim como alguns dados relativos à sua repercussão – suas bilheterias e indicações às premiações do Oscar – em obras norte-americanas, live-action e longa-metragem. Ao delimitar o corpus da pesquisa a esses casos, procuramos um enfoque ao imaginário mainstream de nossa cultura contemporânea. Essas produções cinematográficas tornam-se um fenômeno mundial, dominando um grande mercado atualmente. Esse artigo procura demonstrar esse processo sob uma perspectiva temporal, apresentando dados que promovam uma maior compreensão desse diálogo. Apresentamos uma etapa inicial de um projeto maior que procura investigar essa nova tendência cinematográfica e suas reverberações, reconfigurações e demais possibilidades enquanto objeto científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yuri Garcia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, yurigpk@hotmail.com

Doutor em Comunicação Social na linha de Tecnologias da Comunicação e Cultura do Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de janeiro (UERJ). Mestre em Comunicação Social na linha de Tecnologias da Comunicação e Cultura do Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de janeiro (UERJ). Possui pós-graduação em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes (UCAM-IAVM) e graduação em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (FACHA). Realizou estágio de Pós-Doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com pesquisa sobre Transposições de Histórias em Quadrinhos no Cinema (2019-2020). Pesquisador de Pós-Doutorado na Universidade Anhembi Morumbi com pesquisa sobre as reconfigurações da imagem do vampiro no cinema contemporâneo desde 2022. Coordenador do grupo de pesquisa "POPMID: Reflexões sobre Gêneros² e Tendências em Produções Midiáticas" e Vice coordenador do grupo de pesquisa "Cinema expandido, da estereoscopia ao web footage: novos regimes de visualidade no século XXI" . Pesquisador bolsista do programa de Pesquisa e Produtividade da Universidade Estácio de Sá (UNESA). Também atua no grupo de pesquisa "Culturas Tecnológicas: medialidades, materialidades e temporalidades" coordenado pelo prof. Dr. Erick Felinto. Membro da Red Latinoamericana de Investigaciones en Prácticas y Medios de la Imagen. Foi membro da ACCRJ - Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (entre 2018 e 2021) e Curador do Cineclube Silvia Oroz da Universidade Estácio de Sá, campus Tom Jobim (entre 2019 e 2021). Autor do livro "Drácula: o vampiro camaleônico" (2014), realiza pesquisas sobre Gêneros Cinematográficos (sobretudo o Horror) e transposições cinematográficas de obras literárias e Histórias em Quadrinhos. Professor credenciado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGCom-UERJ) e Professor da Universidade Estácio de Sá (UNESA) nas graduações em Comunicação Social, Cinema, Produção Audiovisual, Publicidade e Jornalismo.

Referências

GARCIA, Y.; LIMA, E. L.; LOPES, L. A real presença em Wakanda: ‘Pantera Negra’ e a representatividade na indústria cinematográfica. In: DAVINO, G.; BELLICIERI, F. Roteiro X: The X-Script. São Paulo: Pomello Digital, 2020. p. 165-176.

AKSER, M. Cinema, Life and Other Viruses: The Future of Filmmaking, Film Education and Film Studies in the Age of Covid-19 Pandemic. CINEJ Cinema Journal, Volume 8.2, 2020.

ANDREW, J. D. As Principais Teorias do Cinema: uma introdução. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2002.

BUKE, L. The comic book film adaptation: exploring modern Hollywood’s leading genre. Jackson: University Press of Mississipi, 2015.

COSTA, F. C. O Primeiro Cinema: Espetáculo, Narração, Domesticação. Rio de Janeiro: Azogue Editorial, 2005.

GORDON, I. Comic Strips and Consumer Culture: 1890-1945. Washington: Smithsonian Institution Press, 1998.

GUNNING, T. The cinema of attractions: Early film, its spectator and the avant-garde. In: STRAUVEN, W. (org.). The Cinema of Attractions Reloaded. Amsterdam: Amsterdam University Press, 2006.

HASSLER-FOREST, D. Capitalist Superheroes: caped crusaders in the neoliberal age. Washington: Zero Books, 2012.

JENKINS, H. Cultura da Convergência. São Paulo: Editora Aleph, 2009.

LEFÉVRE, P. Incompatible Visual Ontologies?: The problematic adaptation of drawn images. In: GORDON, I.; JANCOVICH, M.; McCALLISTER, M. P. Film and Comic Books. University Press of Mississippi, 2007.

LOURENÇO, J. O Ano em que o Cinema que conhecíamos parou: um retrato em três actos. Revista Observatorio (OBS*), Edição Especial, 2021.

MACHADO, A. Pré-cinemas e pós-cinemas. Campinas: Papirus, 2014.

NEGRI, A.; TIETZMANN, R. A quarta crise do cinema e a ascensão das séries de TV na contemporaneidade. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 23, 2020.

PEREIRA, C. E. A Comédia de todos nós. Revista Filme Cultura, nº 61, janeiro, 2014.

MATTOS, A. C. G. Do Cinetoscópio ao Cinema Digital: breve história do cinema americano. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

VERGUEIRO, V. A contribuição de Antonio Luiz Cagnin aos estudos sobre a linguagem dos quadrinhos no Brasil. In: VERGUEIRO, V.; SANTOS, R. E. (Orgs.). A linguagem dos quadrinhos: estudos de estética, linguística e semiótica. São Paulo: Criativo, 2015.

Downloads

Publicado

2023-06-28

Como Citar

GARCIA, Y. Comic Books in Silver Screens: um mapeamento das transposições de HQs no Cinema hollywoodiano. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 26, p. 115–139, 2023. DOI: 10.5216/ci.v26.73828. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/73828. Acesso em: 15 jul. 2024.