A INDUSTRIALIZAÇÃO NO CEARÁ: BREVES CONSIDERAÇÕES - DOI 10.5216/bgg.v27i2.2659

Autores

  • Nancy Gonçalves de Araújo Universidade Estadual do Céara

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v27i2.2659

Palavras-chave:

espaço, industrialização e Ceará.

Resumo

O presente artigo trata da industrialização cearense e seus aspectos econômicos, políticos e espaciais, que acontecem a partir do governo de Virgílio Távora, tendo como referência histórica mais marcante o “Governo das Mudanças” que corresponde aos mandatos dos governos do Tasso Jereissati e Ciro Gomes no período de 1987 à 2002, representando os interesses da burguesia industrial do Ceará. É neste momento que a Região Metropolitana de Fortaleza torna-se mais dinâmica econômica e espacialmente, atingindo grande envergadura nacional. Com isto, queremos demonstrar como o processo econômico age superando os limites territoriais, tornando a reorganização do espaço o seu principal elemento de ações e sua principal conseqüência. Para tal, a metodologia deste trabalho priorizou a pesquisa documental e estatística de reconhecidas instituições governamentais, como o IPLANCE e IBGE. Além da pesquisa de campo com aplicação de entrevistas semiestruturadas com representantes de algumas empresas e instituições não-governamentais. Através do quadro analisado, percebemos que os fenômenos ocorridos no Ceará representam à dinâmica do trabalho submetida aos ditames do capital. Palavras chaves: espaço, industrialização e Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-12

Como Citar

DE ARAÚJO, N. G. A INDUSTRIALIZAÇÃO NO CEARÁ: BREVES CONSIDERAÇÕES - DOI 10.5216/bgg.v27i2.2659. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 27, n. 2, p. 79–96, 2007. DOI: 10.5216/bgg.v27i2.2659. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/2659. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos