Lista dos carrapatos (Acari, Argasidae) em “bat caves”, incluindo novos registros de ocorrência de espécie no bioma Caatinga

Autores

Palavras-chave:

Ixodida, Ornithodoros, Antricola, semiárido, Neotropical

Resumo

Padrões de distribuição de espécies são aspectos importantes da biogeografia e da conservação e são especialmente importantes em ambientes que tem sido poucos investigados, tais como as cavernas da região semiárida do nordeste do Brasil. Nós coletamos argasídeos do guano de morcegos insetívoros em cinco cavernas do bioma Caatinga e identificamos seis espécies de carrapatos dos gêneros Antricola e Ornithodorus. Ornithodoros rodoniensis foi registrada pela primeira vez no bioma Caatinga, tendo sido registrada apenas na Amazonia até o momento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thais Giovannini Pellegrini, Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Entomologia, Lavras, Minas Gerais, Brasil

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Lavras (2008), mestrado em Ecologia Aplicada pela Universidade Federal de Lavras (2011) e doutorado em Ecologia Aplicada pela Universidade Federal de Lavras (2016). Atualmente sou pesquisadora bolsista de pós-doutorado pelo programa de Pós-graduação em Entomologia da Universidade Federal de Lavras. Tenho experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de ambientes subterrâneos, atuando principalmente nos seguintes temas: comunidades de invertebrados terrestres, insetos aquáticos e taxonomia de Carabidae.

Leopoldo Ferreira de Oliveira Bernardi, Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Entomologia, Lavras, Minas Gerais, Brasil

Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, cursei o Mestrado e o Doutorado no programa de pós-graduação em Ecologia Aplicada na Universidade Federal de Lavras. Parte de meu Doutorado foi realizado no Laboratório de Acarologia da Universidade do Estado de Ohio (OSU), nos EUA, sob orientação do Prof. Dr. Hans Klompen, com auxilio financeiro concedido pelo programa CAPES, Ciências Sem Fronteiras (PDSE nº 1202/12-0). Fui bolsista de pós-doutorado no Setor de Ecologia (UFLA) durante dez/2016 a out/2018, e desde de dez/2018 sou aluno de pós-doutorado no programa de Entomologia (DEM/UFLA). Possuo experiência nas áreas de taxonomia, sistemática, ecologia e educação, e atuo principalmente em temas ligados a acarologia. Como educador fiz parte de projetos para na divulgação de jogos didáticos em escolas do ensino médio e fundamental. Atuei e ainda atuo como professor de ensino médio, graduação e pós-graduação, além de ministrar palestras e mini cursos em eventos de divulgação científica e aperfeiçoamento para pessoal acadêmico e não acadêmico. Nas área de taxonomia, sistemática e ecologia desenvolvo projetos principalmente relacionados Acarologia e Bioespeleologia. Como bioespeleologo tenho como foco projetos de pesquisas com temáticas nas áreas de ecologia de comunidades, manejo, conservação e fluxo de energia. Como acarologista, o principal tema de minhas pesquisas, desenvolvo projetos de pesquisas nas temáticas de sistemática, taxonomia e ecologia de ácaros edáficos e plantícolas; taxonomia, sistemática e ecologia de ácaros simbióticos; manejo de sistemas agrícolas e conservação de ácaros predadores, taxonomia e ecologia de espécies cavernícolas. Atualmente tenho despendido grande esforço no desenvolvido projetos utilizando as interações ecológicas como ferramenta para compreender os efeitos dos impactos ambientais sobre a biodiversidade e ecossistemas. Minha atuação não se restringem a área acadêmica, e desde o início de minha formação tenho me esforçado para ajudar no desenvolvimento de estudos aplicados principalmente na área de mineração, com intuito auxiliar no uso de recursos naturais de maneira minimizar os impactos ambientais, tendo atuado diretamente em projetos nos estados de Minas Gerais, Bahia, Pará, e em muitos outros indiretamente.

Gabriel de Souza Ghedin, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Zoologia, Programa de Pós Graduação em Biologia Animal, Recife, Pernambuco, Brasil

Graduado pela Universidade Positivo em Ciências biológicas bacharelado. Com experiência na área de Biologia Geral, com ênfase em Zoologia de Invertebrados e Bioespeleologia. Fui estagiário na empresa Ecossistema: Consultoria Ambiental durante os anos de 2014 a 2016. Atua principalmente nas áreas de: Zoologia de Invertebrados, Bioespeologia, Ecologia e Consultoria ambiental. Atualmente filiado ao programa de Pós-graduação em Biologia Animal da Universidade Federal de Pernambuco.

Mirella Lima Costa, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Zoologia, Recife, Pernambuco, Brasil

Graduanda em Ciências Biológicas - Bacharelado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Aluna de Iniciação Científica do Laboratório de Taxonomia e Ecologia de Insetos orientada pela Prof. Dra. Luciana Iannuzzi. Estagiária voluntária do Zoológico PET Silvestre.

Maykon Vinicius Alves da Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Zoologia, Recife, Pernambuco, Brazil

Graduando em Ciências Biológicas - Ambientais, na Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Fui monitor da disciplina Biologia animal 2, com um projeto de PIBIC concluido cujo o título é "Influência do tipo de guano de morcegos sobre as comunidades de invertebrados da caverna Meu Rei, Vale do Catimbau, Pernambuco." e outro projeto de Pibic em andamento, cujo o título é "Levantamento da Coleopterofauna do Réfugio de Vida Silvestre Matas de Água Azul, Pernambuco Brasil.", ambos orientados pela Prof. Dr. Luciana Iannuzzi. No XX Encontro de Zoologia do Nordeste, apresentei um trabalho intitulado "Invertebrados de Cavernas, Parque Nacional do Catimba.", o qual recebeu um prêmio na categoria "Invertebrados Terrestres". Além disso, sou estagiario do Laboratorio de Taxonomia e Ecologia de Insetos.

Luciana Iannuzzi, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Departamento de Zoologia, Recife, Pernambuco, Brasil

Doutorado em Ciências Biológicas (Entomologia), na área de Taxonomia de Grupos Recentes, pelo Programa de Pós-Graduação em Entomologia da Universidade Federal do Paraná (1999). Professora da Universidade Federal de Pernambuco, desde 2004, oriento estudantes de graduação e pós graduação, cujos projetos são desenvolvidos nas áreas de Taxonomia e Ecologia de Coleoptera, com ênfase em Scarabaeinae (Scarabaeidae) e Melolonthidae. Minhas pesquisas de campo vem sendo desenvolvidas em ambientes de Caatinga e Floresta Atlântica. Sou curadora da Coleção Entomológica da UFPE e membro do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Biologia Animal da UFPE.

Referências

Araujo, V. F. P., A. G. Bandeira & A. Vasconcello. 2010. Abundance and stratification of soil macroarthropods in a Caatinga Forest in Northeast Brazil. Braz. J. Biol. 70(3): 737-746. DOI: https://doi.org/10.1590/S1519-69842010000400006

Araújo, M. S., M. E. Bichuette, G. R. Bauchan, R. Ochoa & R. J. F. Feres. 2018. A new species of cave dwelling Neocarus (Acari: Opilioacaridae) from Bahia state, Brazil, with remarks on taxonomic characters. Zootaxa. 4402: 303-322. DOI: https://doi.org/10.11646/zootaxa.4402.2.4

Azevedo, S. I. & E. Bernard. 2015. Avaliação do nível de relevância e estado de conservação da Caverna “Meu Rei” no Parna Catimbau, Pernambuco. Rev. Bras. Espel. 1(5): 1-23.

Barbier, E., E. Bernard & F. Dantas-Torres. 2020. Ecology of Antricola ticks in a bat cave in north-eastern Brazil. Exp. Appl. Acarol. 82(2): 255-264. DOI: https://doi.org/10.1007/s10493-020-00544-9

Bento, D. D. M., R. L. Ferreira, X. Prous, M. Souza-Silva, B. C. Bellini & A. Vasconcellos. 2016. Seasonal variations in cave invertebrate communities in the semiarid Caatinga, Brazil. J. Cave Karst Stud. 78(2): 61-71. DOI: https://doi.org/10.4311/2015LSC0111

Bernardi, L. F. O., M. S. Zacarias, M. Souza-Silva & R. L. Ferreira. 2009. Ácaros cavernícolas do Brasil: uma observação preliminar sobre a ocorrência e distribuição das famílias. Mundos Subterr. 20: 9-17.

Bernardi, L. F. O., M. S. Zacarias & R. L. Ferreira. 2012. A new species of Neocarus Chamberlin & Mulaik, 1942 (Acari: Opilioacarida) from Brazilian caves and karst areas. Zootaxa. 68: 53-68. DOI: https://doi.org/10.11646/zootaxa.3416.1.5

Cooley, R. & G. Kohls. 1942. Antricola New Genus, Amblyomma gertschi New Species, and Notes on Ixodes spinipalpis (Acarina: Ixodoidea). Pub. Health Rep. (1896-1970). 57(46): 1733-1736. DOI: https://doi.org/doi:10.2307/4584278

Dantas-Torres, F., J. M. Venzal, L. F. O. Bernardi, R. L. Ferreira, V. C. Onofrio, A. Marcili, S. E. Bermúdez, A. F. Ribeiro, D. M. Barros-Battesti & M. B. Labruna. 2012. Description of a new species of bat-associated argasid tick (Acari: Argasidae) from Brazil. J. Parasitol. 98: 36-45. DOI: https://doi.org/10.1645/GE-2840.1

Da Silva, J. M. C., L. C. F. Barbosa, I. R. Leal & M. Tabarelli. 2017. The Caatinga: Understanding the Challenges. pp. 3-19. In: Silva, J. M. C., I. R. Leal & M. Tabarelli (Eds.). Caatinga. Springer, Cham. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-68339-3_1

De La Cruz, J. 1973. Notas sobre las garrapatas del genero Antricola Cooley y Kohls, 1942 (Ixodiformes, Argasidae) con la descripcio´n de una nueva especie. Serie Espeleológica y Carsológica 44. Havana, Sociedad Espeleologica de Cuba.

Estrada-Pena, A., J. M. Venzal, D. M. Barros-Battesti, V. C. Onofrio, E. Trajano & J. V. L. Firmino. 2004. Three new species of Antricola (Acari: Argasidae) from Brazil, with a key to the known species in the genus. J. Parasitol. 90: 490-498. DOI: https://doi.org/10.1645/GE-172R

Guglielmone, A. A., A. Estrada-Pena, J. E. Keirans & R. G. Robbins. 2003. Ticks (Acari: Ixodida) of the Neotropical Zoogeographic Region. International Consortium on Ticks and Tick-borne Diseases (ICTTD-2), Atalanta, Houten, The Netherlands.

Guglielmone, A. A., R. G. Robbins, D. A. Apanaskevich, T. N. Petney, A. Estrada-Pena, I. G. Horak, R. Shao & S. C. Barker. 2010. The Argasidae, Ixodidae and Nuttalliellidae (Acari: Ixodida) of the world: a list of valid species names. Zootaxa. 2528: 1-28. DOI: http://hdl.handle.net/2263/17278

Henrique-Simões, M., L. F. de Oliveira Bernardi, M. Ogrzewalska, M. B. Labruna & R. L. Ferreira. 2015. New records of rare Ornithodoros (Acari: Argasidae) species in caves of the Brazilian Amazon. Persian J. Acarol. 1(2): 127-135. DOI: https://doi.org/10.22073/pja.v1i2.9940

Labruna, M. B., F. A. Terassini, L. M. A. Camargo, P. E. Brandão, A. F. Ribeiro & A. Estrada-Peña. 2008. New reports of Antricola guglielmonei and Antricola delacruzi in Brazil, and a description of a new argasid species (Acari). J. Parasitol. 94(4): 788-792. DOI: https://doi.org/10.1645/GE-1447.1

Labruna, M. B., S. Nava, F. A. Terassini, V. C. Onofrio, D. M. Barros-Battesti, L. M. A. Camargo & J. M. Venzal. 2011. Description of adults and nymph, and redescription of the larva, of Ornithodoros marinkellei (Acari: Argasidae), with data on its phylogenetic position. J. Parasitol. 97: 207-217. DOI: https://doi.org/10.1645/GE-2620.1

Luz, H. R., S. Muñoz-Leal, J. C. de Almeida, J. L. H. Faccini & M. B. Labruna. 2016. Ticks parasitizing bats (Mammalia: Chiroptera) in the Caatinga. Rev. Bras. Parasitol. Vet. 25: 476-483. DOI: https://doi.org/10.1590/s1984-29612016083

Muñoz-Leal, S., L. F. Toledo, J. M. Venzal, A. Marcili, T. F. Martins, I. C. L. Acosta, A. Pinter & M. B. Labruna. 2017. Description of a new soft tick species (Acari: Argasidae: Ornithodoros) associated with stream-breeding frogs (Anura: Cycloramphidae: Cycloramphus) in Brazil. Ticks Tick Borne Dis. 8: 682-692. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ttbdis.2017.04.015

Nava, S., J. M. Venzal, F. A. Terassini, A. J. Mangold, L. M. A. Camargo & M. B. Labruna. 2010. Description of a new argasid tick (Acari: Ixodida) from bat caves in brazilian Amazon. J. Parasitol. 96: 1089-1101. DOI: https://doi.org/10.1645/GE-2539.1

Nunes, L. T., a. C. Siqueira, I. Cord, B. M. Ford, A. M. Liedke, C. E. Ferreira & S. R. Floeter. 2020. The influence of species abundance, diet and phylogenetic affinity on the co-occurrence of butterflyfishes. Mar. Biol. 167(8): 1-11. DOI: https://doi.org/10.1007/s00227-020-03725-7

Polhemus, D. A. & R. L. Ferreira. 2018. Two unusual new genera of cavernicolous Hydrometridae (Insecta: Heteroptera) from eastern Brazil. Tijdschr. Entomol. 161(1): 25-38. DOI: https://doi.org/10.1163/22119434-00002072

Ribeiro, J. M. C., M. B. Labruna, B. J. Mans, S. R. Maruyama, I. M. B. Francischetti, G. C. Barizon & I. K. F. M. I. Santos. 2012. The sialotranscriptome of Antricola delacruzi female ticks is compatible with non-hematophagous behavior and an alternative source of food. Insect Biochem. Mol. Biol. 42: 332-342. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ibmb.2012.01.003

Souza-Silva, M. & R. L. Ferreira. 2016. The first two hotspots of subterranean biodiversity in South America. Subterr. Biol. 19: 1-21. DOI: https://doi.org/10.3897/subtbiol.19.8207

Souza­-Silva, M., R. F. V. Cerqueira, T. G. Pellegrini & R. L. Ferreira. 2021. Habitat selection of cave­restricted fauna in a new hotspot of subterranean biodiversity in Ne­otropics. Biodivers Conserv 30: 4223­-4250. DOI: https://doi.org/10.1007/s10531­021­02302­8

Sonenshine, D. E. & R. M. Roe. 2014. External and internal anatomy of ticks. In: Sonenshine D. E. & R. M. Roe (Eds). Biology of Ticks. New York, Oxford University Press.

Venzal, J. M., S. Nava, L. V. Hernández, J. Miranda, A. Marcili & M. B. Labruna. 2018. A morphological and phylogenetic analysis of Ornithodoros marinkellei (Acari: Argasidae), with additional notes on habitat and host usage. Exp. Appl. Acarol. 76(2): 249-261. DOI: https://doi.org/10.1007/s10493-018-0307-2

Wang, X., A. S. Auler, R. L. Edwards, H. Cheng, P. S. Cristalli, P. L. Smart, D. A. Richards & C. C. Shen. 2005. Wet periods in northeastern Brazil over the past 210 kyr linked to distant climate anomalies. Nature. 432(7018): 740-743. DOI: https://doi.org/10.1038/nature03067

Downloads

Publicado

11-01-2022

Como Citar

GIOVANNINI PELLEGRINI, T. .; FERREIRA DE OLIVEIRA BERNARDI, L.; DE SOUZA GHEDIN, G.; LIMA COSTA, M.; ALVES DA SILVA, M. V.; IANNUZZI, L. Lista dos carrapatos (Acari, Argasidae) em “bat caves”, incluindo novos registros de ocorrência de espécie no bioma Caatinga. Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology, Goiânia, v. 19, n. 1, p. 23–29, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/68972. Acesso em: 10 ago. 2022.