Toxicidade in vitro da Niedenzuella (Tetrapterys) multiglandulosa em embriões bovinos

Autores

Resumo

Niedenzuella (Tetrapterys) multiglandulosa, uma videira encontrada no Brasil, tem sido correlacionada a surtos de intoxicações em bovinos e búfalos, gerando perdas econômicas relacionadas à morte por insuficiência cardíaca, aborto, natimorto e mortalidade neonatal. O objetivo deste estudo foi examinar o potencial embriotóxico do extrato vegetal aquoso em embriões bovinos in vitro. O estudo in vitro foi realizado em cinco repetições de cultura de embriões bovinos distribuídas em dois grupos: controle, meio de cultura de embriões in vitro sem o extrato aquoso da planta; grupo tratado, com adição de 2,7mg / mL de extrato vegetal aquoso (10%) à cultura do embrião no sexto dia de cultivo. A taxa de clivagem foi avaliada no dia 2 da cultura de células. Viabilidade, eclodibilidade e subdesenvolvimento de blastocistos no sétimo, oitavo e nono dia (D7, D8 e D9, respectivamente) de cultura foram avaliados em microscópio estereoscópico. No dia 7, os blastocistos foram submetidos ao ensaio TUNEL para determinar o índice apoptótico. Observamos redução significativa da produção de blastocisto / número de embriões clivados (60,6% vs 41,5%); redução da produção de blastocistos / número total de oócitos bovinos maturados (35,1% vs 21,3%); e taxas de eclosão embrionária (38,0% vs 10,0%). No entanto, nenhum efeito foi observado na taxa de apoptose. Em conclusão, o extrato aquoso das folhas de N. multiglandulosa reduz a viabilidade do embrião bovino in vitro, sugerindo possíveis efeitos prejudiciais no desenvolvimento embrionário.
Palavras-chave: apoptose; blastocisto; planta tóxica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Flávia Machado Botelho, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009-2013), mestrado (2014-2015) e doutorado (2016-2018) em Ciência Animal pela UFMG, na subárea de Toxicologia e Plantas Tóxicas. Professora Adjunta de Toxicologia da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Toxicologia Veterinária, Patologia Veterinária e Cardiologia Animal. Email: anaflaviamabo@gmail.com.br

Publicado

2022-05-27

Como Citar

BULL, V. .; LEITE, A. C. .; BOTELHO, A. F. M.; DA SILVA, R. H. S. .; SILVA , E. B. M.; SOTO-BLANCO, B.; NEPOMUCENO, A. de C. .; BORGES, Álan M. .; MELO, M. M. . Toxicidade in vitro da Niedenzuella (Tetrapterys) multiglandulosa em embriões bovinos. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 23, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/71762. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA