Afetividade e formação docente: reflexões a partir da licenciatura em psicologia

Autores

  • Marina Kurotusch Canettieri SESI Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil, aniram.kc@gmail.com
  • Ana Laura Brasil Peralta Universidade de Brasil, Brasília, Brasil, albrasilperalta@gmail.com
  • Vitória Sousa Ramalho Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Goiânia, Goiás, Brasil, vitoriaramalho01@gmail.com
  • Helena Barbosa dos Santos Psicóloga Escolar, Goiânia, Goiás, Brasil, hellenabsantos@gmail.com
  • Jordana de Castro Balduino Paranahyba Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, jordanabalduino@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v33i1.74602

Resumo

O presente trabalho é um relato da experiência do estágio para formação de professoras de psicologia. O objetivo
é debater a o papel da afetividade no processo formativo dos(as) educandos(as), pautado nas contribuições da
psicogenética walloniana e outros estudos críticos no campo da Educação. Este tema se desenhou a partir das
vivências e reflexões das relações que foram construídas no dia-a-dia da sala de aula, ao longo do curso de
formação de curta duração “A importância da(o) auxiliar de atividades educativas no processo de ensino e
aprendizado na Educação Infantil”, ministrado nos meses de setembro, outubro e novembro de 2019, cujo intuito
foi tencionar as relações entre Psicologia e Educação, bem como entre Indivíduo e Sociedade. Destacamos a
complexidade do trabalho pedagógico, o qual depende de pessoas completas e contextualizadas e que é, portanto,
marcadamente afetivo. Ademais, ressaltamos a importância do estágio para a formação de profissionais da
educação comprometidos com as discussões das políticas públicas e sociais, com os valores da solidariedade e da
cidadania, capazes de refletir, expressar e construir, de modo crítico e criativo, novos contextos de pensamentos e
de ação da e na interface entre Psicologia e Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Kurotusch Canettieri, SESI Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil, aniram.kc@gmail.com

Graduada em psicologia; psicóloga escolar. E-mail: aniram.kc@gmail.com

Ana Laura Brasil Peralta, Universidade de Brasil, Brasília, Brasil, albrasilperalta@gmail.com

Bacharela e licenciada em psicologia pela UFG e mestranda em psicologia do desenvolvimento e escolar pela UnB. E-mail: albrasilperalta@gmail.com.

Vitória Sousa Ramalho, Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Goiânia, Goiás, Brasil, vitoriaramalho01@gmail.com

Especialista em psicologia escolar, psicóloga. E-mail: vitoriaramalho01@gmail.com.

Helena Barbosa dos Santos, Psicóloga Escolar, Goiânia, Goiás, Brasil, hellenabsantos@gmail.com

Especialista em Psicologia Escolar e Educacional - psicóloga escolar. E-mail: hellenabsantos@gmail.com.

Jordana de Castro Balduino Paranahyba, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, jordanabalduino@gmail.com

Doutora em pedagogia pela Universitat de Barcelona; Professora associada da área de psicologia da educação na faculdade de educação da UFG. E-mail: jordanabalduino@gmail.com.

Downloads

Publicado

2022-11-23

Como Citar

CANETTIERI, M. K.; PERALTA, A. L. B.; RAMALHO, V. S.; SANTOS, H. B. dos; PARANAHYBA, J. de C. B. Afetividade e formação docente: reflexões a partir da licenciatura em psicologia. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 33, n. 1, p. 205–221, 2022. DOI: 10.5216/rp.v33i1.74602. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/74602. Acesso em: 2 fev. 2023.