O conceito variável de literatura

Autores

  • Ofir Bergemann de Aguiar

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v16i1.6279

Resumo

Neste artigo, propõe-se uma discussão sobre o relativismo histórico do conceito de literatura a fim de servir de argumento para apoiar a opinião favorável quanto à inclusão de textos ditos literários na aprendizagem de línguas estrangeiras. Serão considerados os seguintes fatores: não há uma essência da literatura; textos literários nada têm em comum a não ser o uso da linguagem; a qualificação de literário é determinada por razões éticas, sociais e ideológicas; a definição de literatura depende da maneira pela qual um texto é lido e não da natureza do texto; a leitura é uma das habilidades comunicativas que devem ser desenvolvidas no ensino de línguas estrangeiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ofir Bergemann de Aguiar

Técnica em Assuntos Educacionais do Setor de Apoio à Ação Pedagógica do Cepae/UFG

Downloads

Publicado

2009-05-18

Como Citar

AGUIAR, O. B. de. O conceito variável de literatura. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 16, n. 1, p. 89–96, 2009. DOI: 10.5216/rp.v16i1.6279. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/6279. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos