Recursos educacionais abertos nas aulas de língua inglesa: Criação de atividades alinhadas à Base Nacional Comum Curricular

Autores

  • Etiene Caroline Farias de Mello
  • Clodis Boscarioli Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v30i1.60195

Resumo

Este artigo traz a proposição de atividades alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), utilizando as tecnologias digitais de informação e comunicação, objetivando demonstrar que esses recursos usados nos laboratórios de informática da escola podem ser promissores ao ensino de língua inglesa, fazendo reflexões sobre o uso, criação e compartilhamento de recursos educacionais abertos (REA), como incentivo à autoria, autonomia e colaboração entre alunos e professores. Utilizou-se da revisão bibliográfica para explorar o tema em questão, juntamente com a análise documental da BNCC para a elaboração das atividades. Conclui-se que incentivar os alunos a criarem REA, por meio do uso do computador e da internet, além de promover a pesquisa, é uma forma de despertar a criatividade por meio da autoria e da reflexão sobre o uso ético das informações disponíveis na internet. Palavras

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Etiene Caroline Farias de Mello

Mestre em Ensino com área de concentração em Linguagens, Tecnologias e Cultura pela Unioeste (2018).

Clodis Boscarioli, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Professor Associado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Cascavel.

Downloads

Publicado

2019-08-30

Como Citar

MELLO, E. C. F. de; BOSCARIOLI, C. Recursos educacionais abertos nas aulas de língua inglesa: Criação de atividades alinhadas à Base Nacional Comum Curricular. Revista Polyphonía, Goiânia, v. 30, n. 1, p. 120–132, 2019. DOI: 10.5216/rp.v30i1.60195. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sv/article/view/60195. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: O ensino de línguas estrangeiras em múltiplos contextos: perspectivas e desafios