O lugar das línguas indígenas e africanas no Museu da Língua Portuguesa

Palavras-chave: Análise do Discurso. Museu da Língua Portuguesa. Multilinguismo brasileiro.

Resumo

Neste trabalho, pretendemos analisar, a partir da perspectiva teórica da Análise do Discurso francesa, o discurso sobre as línguas indígenas e africanas no Museu da Língua Portuguesa – instituição localizada na cidade de São Paulo (Brasil), que está sendo reconstruída, depois do incêndio ocorrido em dezembro de 2015. Utilizando os conceitos de cena de enunciação e ethos, são analisados os textos sobre essas línguas no espaço expositivo Palavras Cruzadas. Argumentamos que, ao restringir as línguas indígenas e africanas a certa “influência” no léxico, o museu assume um posicionamento sobre a identidade linguística do Brasil que, simultaneamente, reconhece sua originalidade e a superior unidade da língua portuguesa.

Neste trabalho, pretendemos analisar, a partir da perspectiva teórica da Análise do Discurso francesa, o discurso sobre as línguas indígenas e africanas no Museu da Língua Portuguesa – instituição localizada na cidade de São Paulo (Brasil), que está sendo reconstruída, depois do incêndio ocorrido em dezembro de 2015. Utilizando os conceitos de cena de enunciação e ethos, são analisados os textos sobre essas línguas no espaço expositivo Palavras Cruzadas. Argumentamos que, ao restringir as línguas indígenas e africanas a certa “influência” no léxico, o museu assume um posicionamento sobre a identidade linguística do Brasil que, simultaneamente, reconhece sua originalidade e a superior unidade da língua portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Mendes, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Professora de Língua Espanhola Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia. Membro do Círculo de Estudos do Discurso (CED) e do Centro de Pesquisas sobre o Ensino de Língua Portuguesa (CEPELP). Desenvolve pesquisa em Análise do Discurso francesa. Temas de interesse: funcionamento e circulação de discursos; discursos sobre língua, ensino e leitura; ensino de espanhol como língua extrangeira; e ensino de língua portuguesa.

Publicado
24-03-2020
Como Citar
Mendes, H. (2020). O lugar das línguas indígenas e africanas no Museu da Língua Portuguesa. Signótica, 32. https://doi.org/10.5216/sig.v32.58572
Seção
Estudos Linguísticos