Contribuições dos estudos bakhtinianos para a configuração da aula de português

Autores

  • Maria Nilva Pereira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, BA
  • Ester Maria Figueiredo Souza Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, BA

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v27i2.31189

Palavras-chave:

aula, cronótopo, enunciado, gênero discursivo, interação.

Resumo

Este artigo mobiliza conceitos da teoria dialógica da linguagem provenientes do Círculo Linguístico de Bakhtin, quais sejam: a “palavra”, o “enunciado”, os  “gêneros  do  discurso”,  o  “cronótopo”  e  a  “interação  verbal”.  Estes  são explicitados  concebendo  a  sala  de  aula  como  uma  instituição  social  e  a aula  como  um  gênero  discursivo,  intercalado  por  outros  gêneros. Aplicam-se tais conceitos a cenários naturais da sala de aula, na delimitação da aula de português, revelando a constituição etnográfica do processo de interação verbal e identificando os cronótopos da aula. Conclui-se que a compreensão da aula, a partir de tais concepções, auxilia na formação de professores reflexivos, capazes de analisar e transformar sua prática, tornando mais significativo para si e para os alunos o processo de ensino e aprendizagem da língua portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Nilva Pereira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, BA

Mestrado em Letras: cultura, educação e linguagens. Bolsista Capes 2013/2014

Ester Maria Figueiredo Souza, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, BA

Professora Titular do Depatamento de Estudos Linguísticos e Literários - DELL

Downloads

Publicado

2015-12-22

Como Citar

PEREIRA, M. N.; SOUZA, E. M. F. Contribuições dos estudos bakhtinianos para a configuração da aula de português. Signótica, Goiânia, v. 27, n. 2, p. 511–536, 2015. DOI: 10.5216/sig.v27i2.31189. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/31189. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo