Formando professores: uma heurística reflexiva

Autores

  • Tania Gastão Saliés Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v23i2.15098

Palavras-chave:

Linguística, Língua Estrangeira, Letras

Resumo

O presente estudo reflete criticamente sobre a formação do professor de LE à luz da condição pós-método, com o intuito de contribuir para a ação de programas de formação.  Dentre outras questões, ilumina a importância de o professor em formação construir percepção sobre o contexto e de si próprio como agente da própria formação.  Para tal, primeiro trata de aspectos filosóficos presentes no contra-discurso da condição pós-método, em seguida destaca a conscientização sobre o papel do contexto no ensino-aprendizagem de línguas e finalmente  apresenta uma heurística reflexiva com potencial de guiar as ações dos cursos de formação.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tania Gastão Saliés, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

PhD em Letras pela Oklahoma State University; Professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Departamento de Estudos da Linguagem.

Downloads

Publicado

2012-03-15

Como Citar

SALIÉS, T. G. Formando professores: uma heurística reflexiva. Signótica, Goiânia, v. 23, n. 2, p. 459–473, 2012. DOI: 10.5216/sig.v23i2.15098. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/15098. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo