Cinema de Animação

do teatro de sombras à computação gráfica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v22.73414

Resumo

O plano de trabalho Cinema de Animação - do teatro de sombras à computação gráfica promove discussões sobre as técnicas e filmes de países diversos, convidando animadores, artistas gráficos e outras pessoas conhecedoras das temáticas apresentadas nos filmes para cine debates feitos através da plataforma Google Meet, sob orientação docente. O objetivo principal do projeto é a formação de plateia, através da promoção de discussões sobre as temáticas propostas. Foram desenvolvidos 13 eventos, possuindo um total de 118 integrantes, sendo 11 convidados debatedores. Em sua maior parte, os debates trouxeram temáticas profundas de uma forma acessível aos ouvintes, observado que os eventos foram divulgados como um local de fácil acessibilidade, onde os indivíduos interessados poderiam participar de forma livre, possuindo apenas o requerimento de assistir o filme discutido previamente, quando ocorria cinedebates. Os temas possuíam temáticas e origens variadas, como uma visão psicanalítica do filme A Viagem de Chihiro, filme japonês, uma visão behaviorista do filme Minha Vida de Abobrinha, filme suíço e francês, além de um mês dedicado aos artistas, onde animadores e artistas gráficos trouxeram seus trabalhos para falar sobre o processo de criação, a inspiração e outros detalhes dos seus trabalhos. O projeto promoveu cinedebates envolvendo diversos filmes de animação de diversos países diferentes para pessoas de várias regiões do Brasil, graças ao modo virtual que os cinedebates ocorreram, através da plataforma Google Meet. Além dos debates tendo filmes como base, o projeto também promoveu eventos convidando animadores e artistas que trabalham com design gráfico para promover conversações sobre seus trabalhos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-12-2022

Como Citar

TORRES, G. A. F. .; SANCHES, M. A. P. Cinema de Animação : do teatro de sombras à computação gráfica. Revista UFG, Goiânia, v. 22, n. 28, 2022. DOI: 10.5216/revufg.v22.73414. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/73414. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Imaginário e memória: narrativa de si e criação de mundos