Festa literária de Santa Maria em casa - atuação no contexto de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v20.66672

Resumo

Neste trabalho, refletimos sobre o potencial que as festas literárias podem assumir na mediação cultural e na formação de leitores, com base no contexto específico da Festa Literária de Santa Maria (FLISM), projeto de extensão da Universidade Federal de Santa Maria, RS, que reinventou seu formato no ano de 2020 como ação para enfrentamento da pandemia de Covid-19. Realizamos uma pesquisa descritiva, de natureza quantitativa e qualitativa. Para a análise quantitativa, embasamo-nos no relatório de prestação de contas da segunda edição do evento e em dados disponibilizados pelas plataformas digitais da terceira edição. Para a qualitativa, utilizamos um formulário online para refletirmos acerca da recepção dos participantes, apoiados em Candido (2004), Zilberman (2013), Cosson (2016), entre outros. Concluímos que o evento pode colaborar com o letramento literário de seus participantes e promover bem-estar. Assim, é fundamental garantirmos a permanência de festas literárias para democratizar e significar a literatura em espaços não institucionais.

Palavras-chave: Extensão universitária. Festa Literária. Mediação Cultural em contexto de pandemia. Formação de Leitores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Steinhorst, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, camila.steinhorst@gmail.com

Graduada em Letras Licenciatura, Habilitação Português e Literaturas, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Participou como coordenadora geral do Diretório Acadêmico de Letras (DAL), Gestão Nostos (2016/2017) da UFSM. Atuou como bolsista CAPES no projeto Residência Pedagógica em Língua Portuguesa e como voluntária no projeto Oficinas do Setor de Atendimento Integral ao Estudante, ligado à Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) da UFSM. Atualmente, participa do Núcleo de Ensino e Pesquisa sobre Linguagem (NEPELIN).

Aylon de Oliveira Dutra, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, aylonsm@gmail.com

É graduando do 7° semestre em Letras – Licenciatura em Português e Literaturas na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Raquel Trentin Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, raqtrentin@yahoo.com.br

Possui Doutorado (2008) e Mestrado (2004) em Estudos Literários, pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria. No ano de 2014, cumpriu estágio pós-doutoral na Universidade de Coimbra. Desde 2009 é professor Adjunto do Curso de Letras da UFSM. Seus estudos abrangem,  principalmente, os seguintes temas: construção da narrativa, romance contemporâneo português, estudos pós-coloniais, relação literatura e memória. Publicou, recentemente, o livro Eça de Queirós e o espaço romanesco (EDIPUC, 2014)

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

STEINHORST, C.; DUTRA, A. de O. .; OLIVEIRA, R. . T. . Festa literária de Santa Maria em casa - atuação no contexto de pandemia: . Revista UFG, Goiânia, v. 20, n. 26, 2020. DOI: 10.5216/revufg.v20.66672. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/66672. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Enfrentamento da Pandemia COVID-19 e as Ações de Extensão e Cultura