O CANTOR NORTE-AMERICANO E A DICÇÃO LÍRICA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO NAS CANÇÕES DE HEITOR VILLA-LOBOS

Autores

  • Marcos Krieger e Nina Tober

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v8i2.6021

Resumo

O cantor norte-americano enfrenta grande desafios quanto ao preparo e performance das cancões de Villa-Lobos, escritas em português brasileiro. Frequentemente encontra-se uma tendência para o uso dos sons e cadências típicas do espanhol, uma língua mais familiar ao cantor norte-americano, causando uma dicção errônea do portugues brasileiro Em espanhol há uma grande correspondência entre grafia e pronúncia. A grafia do português já não é tão exata, especialmente do português brasileiro, com suas influências européias, africanas e ameríndias. Este artigo identifica os fonemas mais difíceis para o cantor estrangeiro, dando atenção especial às vogais nasais, ditongos, e certas consoantes problemáticas. Estas questões são exemplificadas nas canções Canção do Amor e Melodia Sentimental, ambas da trilha sonora do filme Green Mansions.
Palavras-chave: Dicção do português brasileiro; Canções de Villa-Lobos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-04-22

Como Citar

E NINA TOBER, M. K. O CANTOR NORTE-AMERICANO E A DICÇÃO LÍRICA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO NAS CANÇÕES DE HEITOR VILLA-LOBOS. Música Hodie, Goiânia, v. 8, n. 2, 2009. DOI: 10.5216/mh.v8i2.6021. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/6021. Acesso em: 5 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos