A integração entre as habilidades de cantar e atuar e a autonomia criativa como requisitos básicos para a credibilidade cênica na performance do cantor lírico.

Autores

  • Cristine Bello Guse Universidade Estadual Paulista, UNESP

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v18i2.52850

Palavras-chave:

atuação cênica do cantor lírico, ópera, cantar-atuar

Resumo

O conteúdo deste artigo faz parte da pesquisa de doutorado em música realizada pela autora e pretende assinalar que a credibilidade cênica na performance do cantor lírico se faz presente a partir da sua capacidade em integrar suas habilidades de cantar e atuar e em possuir autonomia criativa suficiente que lhe permita construir um senso de verdade cênica ao longo de sua performance.  Traz-se uma breve revisão sobre reflexões a respeito do desenvolvimento cênico dos cantores líricos realizadas por três importantes diretores de ópera atuantes no século XX – Boris Goldovsky, Walter Felsenstein e Wesley Balk – como forma de argumentar este apontamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-07

Como Citar

GUSE, C. B. A integração entre as habilidades de cantar e atuar e a autonomia criativa como requisitos básicos para a credibilidade cênica na performance do cantor lírico. Música Hodie, Goiânia, v. 18, n. 2, p. 286–295, 2018. DOI: 10.5216/mh.v18i2.52850. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/52850. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos