Política pública socioassistencial e o ensino de música para crianças e adolescentes

Autores

  • Andersonn Henrique Araújo UERN

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v18i2.51244

Resumo

Este ensaio aborda do ensino de música em ambientes socioassistenciais na política pública brasileira. Objetiva-se discutir os aspectos referentes ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, inter-relacionando a área da Educação Musical para compreender que conexões que existem entre o ensino de música e a macropolítica assistencial. Utilizou-se como metodologia o cruzamento entre os documentos oficiais, referências nas áreas de Educação Musical e Serviço Social. Empregou-se a interpretação dos documentos oficiais a partir da triangulação de referenciais. Como resultado, foi possível constatar que a partir da apropriação da legislação vigente, o trabalho social demanda para o educador musical desafios como o trabalho intersetorial, pois é marcado pela superação de vulnerabilidade social através da música. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andersonn Henrique Araújo, UERN

Professor do Departamento de Letras e Arte do curso de Licenciatura em Música

Downloads

Publicado

2018-12-07

Como Citar

ARAÚJO, A. H. Política pública socioassistencial e o ensino de música para crianças e adolescentes. Música Hodie, Goiânia, v. 18, n. 2, p. 296–306, 2018. DOI: 10.5216/mh.v18i2.51244. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/51244. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos