A percussão típica brasileira na obra Variações Rítmicas Opus 15 de Marlos Nobre

Autores

  • Rodolfo Vilaggio Arilho
  • Fernando Augusto de Almeida Hashimoto

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v16i2.45311

Resumo

Este artigo aborda os instrumentos de percussão tipicamente brasileiros utilizados por Marlos Nobre em sua obra Variações Rítmicas para piano e seis percussionistas, composta em 1963. Essa pode ser considerada a primeira peça de repercussão no cenário brasileiro para esta formação. Nobre mescla os instrumentos da percussão popular como cuíca aguda, chocalho de metal, afoxé, reco-reco, agogô, pandeiro, tamborim e três atabaques, com uma obra que tem características eruditas, dodecafônicas e seriais. Palavras-chave: Instrumentos de percussão; Marlos Nobre; Variações Rítmicas; Percussão brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-13

Como Citar

ARILHO, R. V.; HASHIMOTO, F. A. de A. A percussão típica brasileira na obra Variações Rítmicas Opus 15 de Marlos Nobre. Música Hodie, Goiânia, v. 16, n. 2, 2017. DOI: 10.5216/mh.v16i2.45311. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/45311. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos