Sentidos de uma Pedagogia Musical no Século XXI: As Oficinas de Música da Escola Aberta Chapéu do Sol, Porto Alegre, RS

Autores

  • Helena Lopes da Silva

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v11i1.21725

Resumo

O Programa Escola Aberta consiste na abertura das escolas públicas aos finais de semana como alternativa para a reversão do quadro de violência e a construção de espaços de cidadania para os jovens considerados em situação de vulnerabilidade social. O presente estudo de caso investiga os sentidos da pedagogia musical (KRAEMER, 2000) nas atividades de música da Escola Aberta Chapéu do Sol (Porto Alegre, RS). As concepções dos coordenadores e oficineiros entrevistados revelaram uma visão da música como um objeto independente dos jovens e de seus contextos, demonstrando desconhecimento acerca das relações entre as questões identitárias, polissêmicas e socializadoras dos jovens e a música. Palavras-chave: Escola aberta; Pedagogia musical; Jovens e música.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-19

Como Citar

LOPES DA SILVA, H. Sentidos de uma Pedagogia Musical no Século XXI: As Oficinas de Música da Escola Aberta Chapéu do Sol, Porto Alegre, RS. Música Hodie, Goiânia, v. 11, n. 1, 2012. DOI: 10.5216/mh.v11i1.21725. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/21725. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos