A Importância Do Conceito Rousseauniano De Infância Para A Filosofia Da Educação Musical No Século XXI

Autores

  • Raimundo Rajobac

DOI:

https://doi.org/10.5216/mh.v11i1.21650

Resumo

A invenção do conceito moderno de infância representou um marco paradigmático para a educação em geral, e permitiu à modernidade repensar o tratamento oferecido às práticas educativas. Também a educação musical sofreu influência desse processo. Daí surgiu a necessidade de se tratar a criança em seu mundo respeitando-a em suas condições, o que reivindicou o abandono da pedagogia escolástico-tradicional-racionalista. Nessa perspectiva, teremos como objetivo investigar a contribuição de Rousseau e sua obra Emílio ou Da Educação para se pensar processos educativo-musicais na contemporaneidade. Trabalharemos com a ideia de que a teoria sensitiva desenvolvida no II livro do Emílio permanece, do ponto de vista da filosofia da educação musical, um campo importante de ser estudado e ser objeto de reflexão, tendo em vista os desafios apresentados pela educação musical na contemporaneidade. Palavras-chave: Filosofia; Educação musical; Rousseau; Conceito moderno de infância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-17

Como Citar

RAJOBAC, R. A Importância Do Conceito Rousseauniano De Infância Para A Filosofia Da Educação Musical No Século XXI. Música Hodie, Goiânia, v. 11, n. 1, 2012. DOI: 10.5216/mh.v11i1.21650. Disponível em: https://revistas.ufg.br/musica/article/view/21650. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos