PROFISSÃO DOCENTE: FORMAÇÃO INICIAL E A DICOTOMIA TEORIA-PRÁTICA

Autores

  • Daiane Scopel Boff Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, daiane.boff@caxias.ifrs.edu.br http://orcid.org/0000-0002-2860-686X
  • Sabrine Borges de Mello Hetti Bahia Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, sabrinehb@edu.unisinos.br https://orcid.org/0000-0002-2786-6854

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.65148

Resumo

Este artigo discute algumas enunciações dicotômicas sobre teoria e prática na formação inicial de professores que têm menos de três anos de docência. A partir de estudos sobre formação de professores e docência contemporânea, tais como os realizados por Fabris e Dal’Igna (2015), Gatti (2010), Gatti et al. (2019), García (2010), Tardif (2012), Nóvoa (1991) e Imbernón (2009), em perspectiva hipercrítica, analisa-se como a discursividade que institui a centralidade da prática docente potencializa modos dicotômicos de ver a formação e de entender a docência. O material, produzido por meio da aplicação de questionário, via Formulários Google, constitui-se de narrativas de professores em início de carreira que desenvolvem a docência nos anos iniciais do Ensino Fundamental. A analítica empreendida mostra que, embora os professores apontem um cenário de fragmentação formativa, esta é tomada como propulsora para o que chamamos de uma formação que se constitui ao longo da vida.

PALAVRAS-CHAVE: Professor Iniciante. Dicotomia Teoria-prática. Fragmentação Formativa. Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Scopel Boff, Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, daiane.boff@caxias.ifrs.edu.br

Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS, Campus Caxias do Sul. Integra os grupos de pesquisa: GPMETA (IFRS) - Grupo de Pesquisa em Matemática, Ensino, Tecnologias e Aplicações e GIPEDI (UNISINOS) - Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Docências, Pedagogias e Diferenças. 

Sabrine Borges de Mello Hetti Bahia, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, sabrinehb@edu.unisinos.br

Doutoranda e Mestra em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS. Possui graduação no curso de Pedagogia - Licenciatura pela UNISINOS e graduação no curso médio de Teologia - Bacharelado pelo Seminário Teológico SDC/ES. É bolsista integral da CAPES/Proex, integrante do Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Docências, Pedagogias e Diferenças - GIPEDI/CNPq e da Red De Inducción A La Docencia.

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

Boff, D. S. ., & Bahia, S. B. de M. H. . (2021). PROFISSÃO DOCENTE: FORMAÇÃO INICIAL E A DICOTOMIA TEORIA-PRÁTICA. Revista Inter Ação, 46(2), 810–825. https://doi.org/10.5216/ia.v46i2.65148