EDUCAÇÃO FÍSICA, SER PROFESSOR E PROFISSÃO DOCENTE EM QUESTÃO

Autores

  • Zenólia Christina Figueiredo UFES
  • Erineusa Maria da Silva Faculdade Salesiana de Vitória
  • Nelson Figueiredo de Andrade Filho UFES
  • Rosângela da Conceição Loyola Prefeitura Municipal de Vitória
  • Fabíola Borel Marques UFES
  • Renata Guisso de Oliveira UFES
  • Merielle Solares de Araújo UFES
  • Simone Gonçalves de Almeida UFES
  • Valéria Matedi Bufon UFES

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v11i2.3407

Palavras-chave:

Educação Física, Ser Professor, Profissão Docente

Resumo

Este estudo é qualitativo com possibilidades interpretativas. O lugar de investigação foi constituído por sete escolas. Os sujeitos participantes da primeira fase foram diretores, corpo técnico-pedagógico, professores de outras disciplinas, alunos, pais/mães. A segunda fase focou os professores de Educação Física, a aula propriamente dita e a maneira como entendem a profissão. Busca compreender as ações do professor no espaço e tempo da escola, remetendo para questões da Educação Física no ensino fundamental de Vitória/ES e para a profissão docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zenólia Christina Figueiredo, UFES

Professora Coordenadora do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Erineusa Maria da Silva, Faculdade Salesiana de Vitória

Professora pesquisadora do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Nelson Figueiredo de Andrade Filho, UFES

Professor pesquisador do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Rosângela da Conceição Loyola, Prefeitura Municipal de Vitória

Professora pesquisadora do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES. Discente do Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Fabíola Borel Marques, UFES

Discente voluntária do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Renata Guisso de Oliveira, UFES

Bolsista UFES do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES. Discente do Programa de Pós-Graduação em Educação Física.

Merielle Solares de Araújo, UFES

Discente bolsista UFES do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Simone Gonçalves de Almeida, UFES

Discente voluntária do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Valéria Matedi Bufon, UFES

Discente bolsista PIBIC do Práxis - Centro de Pesquisa de Formação Inicial e Continuada em Educação Física do CEFD/UFES.

Downloads

Publicado

2008-08-15

Como Citar

FIGUEIREDO, Z. C.; SILVA, E. M. da; ANDRADE FILHO, N. F. de; LOYOLA, R. da C.; MARQUES, F. B.; OLIVEIRA, R. G. de; ARAÚJO, M. S. de; ALMEIDA, S. G. de; BUFON, V. M. EDUCAÇÃO FÍSICA, SER PROFESSOR E PROFISSÃO DOCENTE EM QUESTÃO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 11, n. 2, p. 209–218, 2008. DOI: 10.5216/rpp.v11i2.3407. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/3407. Acesso em: 6 dez. 2023.

Edição

Seção

Seção Livre