Análise semiótica de capas de livros didáticos

Autores

  • Almerinda Tereza Bianca Bez Batti Dias Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Luciana Vieira Universidade do Extremos Sul Catarinense

DOI:

https://doi.org/10.5216/32076

Palavras-chave:

Semiótica Peirceana. Categorias Percianas. Pesquisa Qualitativa

Resumo

À luz dos estudos semióticos de Charles Sanders Peirce, mais exatamente as três categorias universais – primeiridade, secundidade e terceiridade - esta pesquisa tem como objetivo analisar as três capas do livro: Português Linguagens, respectivamente dos primeiro, segundo e terceiro anos do ensino médio a fim de comprovar que é possível usar as categorias peirceanas para interpretar imagens, neste estudo, as capas de livros didáticos. A abordagem utilizada nesta pesquisa foi qualitativa, à luz do paradigma interpretativista, usando a Semiótica Peirceana como ciência e como método de pesquisa. Ao realizar a investigação, percebemos que, em cada uma das categorias universais de Peirce, é possível interpretar as imagens dos livros didáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Almerinda Tereza Bianca Bez Batti Dias, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Docente do curso de Letras e tecnologias em gestão da Universaidade do Extremos Sul Catarinense e assessora técnica da pró-reitoria de Ensino de Graduação da mesma Instituição.

Luciana Vieira, Universidade do Extremos Sul Catarinense

Licenciada em Letras

Referências

CARONTINI, E.; PERAYA, D. O projeto semiótico: elementos de semiótica geral. Tradução de Alceu Dias Lima. São Paulo: Cultrix, 1979.

CEREJA, R. W.; MAGALHÃES, C. T. Português linguagens 1. 6. Ed. São Paulo: Ed. Saraiva, 2008a.

CEREJA, R. W. Português linguagens 2. 1. ed. São Paulo: Ed. Saraiva, 2008b.

CEREJA, R. W. Português linguagens 3. 6. ed. São Paulo: Ed. Saraiva, 2008c.

DIAS. A.T.B.B.B. Semiótica Peirceana: método de análise em pesquisa qualitativa.Revista IndagatioDidactica, v. 5, n. 2, p. 884-895, 2013.

ECO, U. Semiótica e filosofia da linguagem. São Paulo: Ática, 1991.

EPSTEIN, I. O signo. 4. ed. São Paulo: Ática, 1991.

FIDALGO, A. Semiótica: a lógica da comunicação. Covilhã: Universidade da Beira Interior, 1998. Disponível em: <http://www.bocc.ubi.pt/pag/_texto.php3?html2=fidalgo-antonio-logica-comunicacao.html>. Acesso em: 10 de out. 2012.

MARTINS, A. L. P.; SIMÕES D.; FREITAS, M. N. F. (Org.). Diálogos intersemióticos II. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2011. Disponível em: <http://www.dialogarts.uerj.br/arquivos/coloquio_dialogos_intersemioticos_2.pdf>. Acesso em: 15 de out. de 2012.

MERRELL. F. A semiótica de Charles S. Peirce hoje. Ijuí: Ed. Ijuí, 2012.

MORRIS W. C. Fundamentos da teoria dos signos. Tradução: Paulo Alcoforado e Milton José Pinto e Nicolau Salum. Rio de Janeiro: Eldorado, 1976.

NETTO, J. T. C. Semiótica, informação e comunicação: diagrama da teoria do signo. 3. ed.São Paulo: Perspectiva, 2003.

NICOLAU, M. et al. Comunicação e semiótica: visão geral e introdutória à Semiótica de Peirce. Revista Eletrônica Temática, v. 6, n 08, ago. 2010. Disponível em: . Acesso em 24 de out. de 2012.

PEIRCE, C. S. Semiótica. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. 3.ed. São Paulo: Perspectiva, 2000. 337p.

SANTAELLA, L. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1983.

SANTAELLA, L. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1989.

SANTAELLA, L. A teoria geral dos signos. São Paulo: Pioneira, 2000.

SANTAELLA, L. Semiótica aplicada. São Paulo: Cengage Learning, 2002.

SANTAELLA, L. Matrizes da linguagem e pensamento:sonora, visual, verbal: aplicações na hipermídia. São Paulo: Iluminuras; FAPESC, 2006.

SIMÕES, Darcilia M. P. Semiótica na comunicação lingüística: um instrumental indispensável. In: FÓRUM DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DA UERJ, 5., 2001, Rio de Janeiro. Comunicação em mesa-redonda. Rio de Janeiro: Uerj, 2001. p. 1 - 12.

WALTHER-BENSE, Elisabeth. A teoria geral dos signos: introdução aos fundamentos da semiótica. São Paulo: Perspectiva, 2000.

Downloads

Publicado

15-12-2014

Como Citar

DIAS, A. T. B. B. B.; VIEIRA, L. Análise semiótica de capas de livros didáticos. Comunicação &amp; Informação, Goiânia, Goiás, v. 17, n. 2, p. 38–54, 2014. DOI: 10.5216/32076. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/32076. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos