Fotojornalismo brasileiro e a crise das representações na sociedade pós-industrial

Autores

  • Eduardo Bentes Monteiro Universidade de Brasília (UnB).

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v3i1.22861

Palavras-chave:

Fotojornalismo. Fotografia brasileira. Teoria da fotografia.

Resumo

O artigo trata de um exercício de leitura e desconstrução da fotografia brasileira a partir de novas reflexões teóricas, como as de Fred Ritchin sobre o futuro do fotojornalismo e a crise das representações culturais na atual sociedade pós-moderna.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Bentes Monteiro, Universidade de Brasília (UnB).

Jornalista, Repórter Fotográfico, Mestre em Comunicação e Professor de Fotojornalismo e Introdução à Fotografia no Centro Universitário de Brasília e na Universidade Católica de Brasília.

Downloads

Publicado

2013-02-28

Como Citar

MONTEIRO, E. B. Fotojornalismo brasileiro e a crise das representações na sociedade pós-industrial. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 3, n. 1, p. 40–55, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v3i1.22861. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22861. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos