Para uma eliminação total dos feminicídios: propostas audiovisuais contra este tipo de violência no Brasil e no México

Autores

  • Elena Bandrés Goldáraz Universidade de Zaragoza (Unizar)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v14i2.22480

Resumo

Brasil e México querem erradicar a violência contra as mulheres. Sem serem os países com a maior quantidade de mulheres mortas por milhão de habitantes, os seus governos promulgaram leis, pioneiras em muitos aspectos, para prevenir e eliminar este mal social. No entanto, as lacunas legislativas e a persistência dos valores subjacentes a este tipo de violência, tanto no sistema judicial como na própria sociedade, mostram que se aguarda uma legislação eficaz, que deixou de proteger as mulheres em numerosos e dolorosos casos. Propomos uma série de medidas educacionais e extensivas de tratamento para os meios de comunicação, destinadas a garantir que as leis alcancem seu objetivo de prevenir, punir e também erradicar a violência contra as mulheres.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elena Bandrés Goldáraz, Universidade de Zaragoza (Unizar)

Jornalista graduada pela Universidade  de Navarra (Espanha). Doutora em Comunicação também  pela mesma universidade. Professora  adjunta da produção de notícias de televisão da Unizar.

Downloads

Publicado

27-12-2011

Como Citar

BANDRÉS GOLDÁRAZ, E. . Para uma eliminação total dos feminicídios: propostas audiovisuais contra este tipo de violência no Brasil e no México. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 14, n. 2, p. 228–248, 2011. DOI: 10.5216/c&i.v14i2.22480. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22480. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos