A linguagem retórica da propaganda: uma análise comparativa

Autores

  • Goiamérico Felício Carneiro dos Santos Universidade Federal de Goiás
  • Nellie Rego Santee Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v13i1.19283

Palavras-chave:

Publicidade. Propaganda. Retórica. Aristóteles.

Resumo

A retórica vem sendo utilizada como uma ferramenta persuasivadesde os tempos da Grécia Antiga, e nos séc. XX e XXI ela tem retomadosua força com a massificação dos meios de comunicação ea utilização dos mesmos para a divulgação de produtos, serviços emarcas pela propaganda e publicidade. Este estudo tem como objetivo aprofundar o estudo das relações que podem ser feitas entre a linguagem da propaganda e o sistema retórico desenvolvido por Aristóteles, passando por todas as suas etapas: Invenção, Disposição, Elocução e Ação. Foi abordada também a maneira como apropaganda se utiliza dos argumentos e do estilo para alcançar apersuasão, além da relação do texto publicitário com o etos, patos e logos, para concluir que a propaganda, como um texto persuasivo por essência, se utiliza muito mais da retórica do que imaginam os criativos que a produzem.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Goiamérico Felício Carneiro dos Santos, Universidade Federal de Goiás

Graduação em Letras (1997) pela Universidade Católica de Goiás. Mestrado em Estudos da linguagem-Teoria da Literatura, pela Universidade Federal de Goiás(1999). Dissertação: A cena da culpa: tentativas de parricídio na história da literatura; Doutor em Teoria da Literatura, pela PUC-Rio, Tese: Angústias da influência:parricídio e história da literatura, parcialmente publicada em livro pela SecretariaMunicipal de Cultura (2005).

Nellie Rego Santee, Universidade Federal de Goiás

Bacharelado em Comunicação Social, Habilitação em Publicidade e Propaganda, mestranda: Pós-Graduação em Comunicação, Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

2012-07-16

Como Citar

SANTOS, G. F. C. dos; SANTEE, N. R. A linguagem retórica da propaganda: uma análise comparativa. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 13, n. 1, p. 10–24, 2012. DOI: 10.5216/c&i.v13i1.19283. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/19283. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos