Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo em sistema de transição para cultivo orgânico de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.)

Autores

  • Joyce Rover Rosa

Palavras-chave:

Adubo verde, manejo do solo, matéria orgânica do solo, qualidade do solo, sustentabilidade

Resumo

A análise da qualidade do solo durante e após o período de transição de um sistema produtivo convencional para um sistema orgânico é importante como indicador de sustentabilidade. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo devem responder rapidamente a mudanças no manejo e alterações nos sistemas de produção. Assim, este experimento teve como objetivo avaliar as alterações nos indicadores microbiológicos e bioquímicos do solo em um sistema de produção em transição para cultivo orgânico do feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.) sob sistema de  preparo convencional (SPC) e sistema plantio direto (SPD), após o manejo de diferentes plantas de cobertura de solo. Avaliaram-se a atividade enzimática total, de ?-glicosidase e de fosfatase ácida, o carbono e o nitrogênio da biomassa microbiana, a respiração basal do solo e o quociente metabólico em amostras de solo coletadas durante o ciclo de cultivo do feijoeiro comum. O experimento foi conduzido na Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás, Goiás,
e uma área de mata nativa próxima à do ensaio foi utilizada como referência. Os teores de carbono e nitrogênio da biomassa microbiana no solo, assim como as atividades microbianas e enzimáticas avaliadas, tanto sob SPD quanto sob SPC, independeram da espécie de planta de cobertura de solo utilizada. Nas condições testadas, o sistema de preparo de solo não teve influência nas atividades das enzimas ou microbiana do solo. As atividades enzimática total e de fosfatase ácida foram menores no solo agricultável do que no solo não agricultável. A atividade de ?-glicosidase foi maior em solo agricultável do que em solo não agricultável no período chuvoso e menor no período seco. O preparo do solo para a
semeadura do feijoeiro comum provocou aumento da perda de gás carbônico, verificado em decorrência de aumento na respiração basal do solo e no quociente metabólico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-04-2011

Como Citar

ROSA, J. R. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo em sistema de transição para cultivo orgânico de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.). Revista de Biologia Neotropical / Journal of Neotropical Biology, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 63–64, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/RBN/article/view/13899. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Resumo de Tese