IDENTIFICAÇÃO DE Helicobacter spp. EM MUCOSAS GÁSTRICA E DUODENAL DE CÃES (Canis familiaris) UTILIZANDO A TÉCNICA DE WARTHIN-STARRY

Autores

  • Fernanda Silva Kuszkowski Universidade Regional de Blumenau
  • Fernando Soares da Silva Universidade Regional de Blumenau
  • Neli Branco de Miranda Universidade Regional de Blumenau
  • Tiffany Christiny Emmerich da Silva Universidade Regional de Blumenau
  • Joelma Lucioli Universidade Regional de Blumenau - FURB

DOI:

https://doi.org/10.1590/cab18040237

Palavras-chave:

Intestino, Histoquímica, bactéria espiralada, estômago, cães

Resumo

Bactérias do gênero Helicobacter spp. têm sido identificadas na mucosa gástrica de diferentes espécies de mamíferos, inclusive em caninos. Pacientes infectados têm gastrite histológica; no entanto, não são todos os portadores que apresentam sinais clínicos. O objetivo deste trabalho foi identificar as bactérias sugestivas de Helicobacter spp. pela impregnação pela prata e caracterizar as lesões histopatológicas observadas. Foram analisadas amostras de mucosas gástrica e entérica de 26 caninos. Para avaliação histopatológica, foi realizada avaliação qualitativa, na qual foram atribuídos escores de ausente (-) a acentuada (+++), considerando a densidade de bactérias espiraladas por campo (400x), presença de células inflamatórias e aglomerados linfoides. Dos 26 animais avaliados, 34,6% apresentaram positividade para helicobacteriose. A gastrite foi observada em 15,38% dos animais e a maior ocorrência de bactérias do gênero Helicobacter spp. foi observada em região de corpo/fundo gástrico (23%). Em nove amostras, seis de corpo/fundo gástrico e três de antro pilórico, foram observados aglomerados linfóides associados a Helicobacter spp. Por meio de Teste de Fisher, verificou-se associação positiva entre a presença de Helicobacter spp. e agregados linfoides (p<0,001). A infecção por Helicobacter spp. está associada com a presença de aglomerados linfóides em caninos.
Palavras-chave: bactéria espiralada; cães; estômago; histoquímica; intestino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Silva Kuszkowski, Universidade Regional de Blumenau

Acadêmica Medicina Veterinária

Bolsista Iniciação Científica

Departamento de Medicina Veterinária

Centro de Ciências da Saúde 

Fernando Soares da Silva, Universidade Regional de Blumenau

Acadêmico Medicina Veterinária

Monitor de Patologia Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Centro de Ciências da Saúde 

Neli Branco de Miranda, Universidade Regional de Blumenau

Técnica de Laboratório Patologia Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Centro de Ciências da Saúde 

Tiffany Christiny Emmerich da Silva, Universidade Regional de Blumenau

Docente - Patologia Veterinária

Departamento de Medicina Veterinária

Centro de Ciências da Saúde 

Joelma Lucioli, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Docente - Patologia Veterinaria

Departamento de Medicina Veterinaria

Centro de Ciencias da Saude

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

KUSZKOWSKI, F. S.; DA SILVA, F. S.; DE MIRANDA, N. B.; DA SILVA, T. C. E.; LUCIOLI, J. IDENTIFICAÇÃO DE Helicobacter spp. EM MUCOSAS GÁSTRICA E DUODENAL DE CÃES (Canis familiaris) UTILIZANDO A TÉCNICA DE WARTHIN-STARRY. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 18, 2017. DOI: 10.1590/cab18040237. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/e-40237. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

MEDICINA VETERINÁRIA