DESEMPENHO E MORFOMETRIA DUODENAL DE FRANGOS DE CORTE SUBMETIDOS A DIFERENTES NÍVEIS DE ENERGIA E PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO DE 42 A 57 DIAS DE IDADE

Autores

  • Karina Ferreira Duarte
  • Otto Mack Junqueira FCAV Unesp Jaboticabal
  • Liliana Longo Borges FCAV Unesp Jaboticabal
  • Elaine Talita Santos FCAV Unesp Jaboticabal
  • Rafael Henrique Marques FCAV Unesp Jaboticabal
  • Thays Cristina O. de Quadros FCAV Unesp Jaboticabal
  • Carla Heloisa de F. Domingues FCAV Unesp Jaboticabal

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v13i2.9781

Palavras-chave:

aminoácidos digestíveis, energia metabolizável, morfometria intestinal

Resumo

O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar diferentes níveis de energia e programas de alimentação sobre o desempenho, as características de carcaça e a morfometria da mucosa do duodeno de frangos de corte de 42 a 57 dias de idade. Foram utilizados 1.600 pintos machos “Cobb 500”, em um delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 2X4, sendo dois níveis de energia (3.200 e 3.600 kcal EM/kg) e quatro programas de alimentação. Os níveis energéticos ou os diferentes programas de alimentação não determinaram diferenças expressivas nas características de carcaça que justifiquem a escolha de um nível de energia ou de um programa alimentar, devendo prevalecer o nível energético e as recomendações de aminoácidos que determinem o maior custo-benefício. Observou-se que o nível 3.600 kcal EM/kg proporcionou melhoria no desempenho das aves e na morfometria da mucosa intestinal e o fracionamento das exigências de aminoácidos digestíveis em dois períodos piorou os resultados de desempenho e de altura de vilosidade.

PALAVRAS-CHAVE: Aminoácidos digestíveis; energia metabolizável; exigências nutricionais; intestino delgado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Ferreira Duarte

Produção Animal/Nutrição de Monogástricos

Otto Mack Junqueira, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Liliana Longo Borges, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal

Elaine Talita Santos, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Rafael Henrique Marques, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Thays Cristina O. de Quadros, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Carla Heloisa de F. Domingues, FCAV Unesp Jaboticabal

Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal.

Publicado

2012-06-26

Como Citar

DUARTE, K. F.; JUNQUEIRA, O. M.; BORGES, L. L.; SANTOS, E. T.; MARQUES, R. H.; QUADROS, T. C. O. de; DOMINGUES, C. H. de F. DESEMPENHO E MORFOMETRIA DUODENAL DE FRANGOS DE CORTE SUBMETIDOS A DIFERENTES NÍVEIS DE ENERGIA E PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO DE 42 A 57 DIAS DE IDADE. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 197–204, 2012. DOI: 10.5216/cab.v13i2.9781. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/9781. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal