PERFIL ELETROFORÉTICO DAS PROTEÍNAS SÉRICAS E DO LÍQUIDO PERITONEAL DE EQUINOS SUBMETIDOS À OBSTRUÇÃO EXPERIMENTAL DO DUODENO, ÍLEO E CÓLON MAIOR

Autores

  • Paula Alessandra Di Filippo FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.
  • Andressa Francisca da Silva Nogueira FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.
  • Letícia Abraao Anai FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.
  • Aracelle Elisane Alves University of Milan
  • Aureo Evangelista Santana FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.
  • Gener Tadeu Pereira FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v11i4.9699

Palavras-chave:

cavalos, cólica, proteínas de fase aguda

Resumo

Com o objetivo de avaliar as alterações no proteinograma sérico e peritoneal de equinos submetidos a um modelo experimental de obstrução intestinal, distribuíram-se vinte e quatro animais em quatro grupos: controle instrumentado (GI), obstrução do duodeno (GII), íleo (GIII) e cólon maior (GIV). Foram colhidas amostras de sangue e de líquido peritoneal antes da intervenção cirúrgica (T0), após três horas de obstrução (Ti) e com 1, 3, 12, 24, 72, 120 e 168 horas de reperfusão (Tr). Após centrifugação e fracionamento das amostras, determinaram-se as proteínas totais pelo método de biureto e separaram-se as frações proteicas por eletroforese em gel de agarose. Foram observadas alterações nas concentrações séricas e peritoneais das α, β e γ-globulinas nos animais ensaiados. As alterações deveram-se ao processo inflamatório intestinal desencadeado pelo modelo de obstrução e ao trauma cirúrgico, associado à laparotomia. Animais submetidos à obstrução de duodeno e íleo apresentaram maiores concentrações séricas e peritoneais de proteínas de fase aguda. O fracionamento eletroforético das proteínas contidas no líquido peritoneal é mais sensível no diagnóstico de processos inflamatórios abdominais, quando comparado ao sérico.

PALAVRAS-CHAVES: Cavalos, cólica, proteínas de fase aguda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Alessandra Di Filippo, FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

Pós-doutoranda em cirurgia veterinaria pelo departamento de clinica e cirurgia da FCAV/Unesp, jaboticabal.

Andressa Francisca da Silva Nogueira, FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

Doutoranda em Medicina veterinaria da FCAV/Unesp, jaboticabal.

Letícia Abraao Anai, FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

Mestranda em Medicina veterinaria da FCAV/Unesp, jaboticabal.

Aracelle Elisane Alves, University of Milan

Pesquisadora do Department of Veterinary Clinical Sciences - -Obstetrics and Gynaecology- University of Milan

Aureo Evangelista Santana, FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

Prof Dr. FCAV/Unesp, jaboticabal.

Gener Tadeu Pereira, FCAV-Unep-Jaboticabal, SP.

Prof Dr. FCAV/Unesp, jaboticabal.

Downloads

Publicado

2010-12-21

Como Citar

DI FILIPPO, P. A.; NOGUEIRA, A. F. da S.; ANAI, L. A.; ALVES, A. E.; SANTANA, A. E.; PEREIRA, G. T. PERFIL ELETROFORÉTICO DAS PROTEÍNAS SÉRICAS E DO LÍQUIDO PERITONEAL DE EQUINOS SUBMETIDOS À OBSTRUÇÃO EXPERIMENTAL DO DUODENO, ÍLEO E CÓLON MAIOR. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 11, n. 4, p. 938–946, 2010. DOI: 10.5216/cab.v11i4.9699. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/9699. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Medicina Veterinária